RETRANS

Avaliação do Usuário

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

Preencha a ficha de submissão de atividades e envie para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

  • Prazo para Envio de Resumo: até 20/04/2012
  • Resultados: 01/05/2012 – Todos os trabalhos aprovados serão apresentados
  • Envio do Texto Completo para modalidade Apresentação Oral com texto para publicação: até 15/05/2012

Todos os trabalhos que tiverem seus resumos aprovados serão apresentados, contudo só serão publicados os textos que sigam as Diretrizes Gerais indicadas, podendo a comissão científica solicitar alterações, sugerir mudanças ou recusar a publicação.

A QUANTIDADE MÁXIMA DE TRABALHOS POR PESSOA é de 2 do mesmo autor, não havendo limites para co-autor. Para envio do resumo algum dos autores do texto deve estar inscrito no evento.

EIXOS TEMÁTICOS PROPOSTOS

Eixo 01: PRÁTICAS CLÍNICAS EM INSTITUIÇÕES

Descrição: Estudos e pesquisas que articulem a perspectiva transpessoal com as discussões em torno da chamada “clínica ampliada” ou clínica em contexto. Serão privilegiados trabalhos na perspectiva de desenvolvimento comunitário, proteção de direitos de crianças, adolescentes e jovens, ONGs e projetos sociais, CRAS, CREAS, NASF e rede sócio-assistencial.

Eixo 02: EDUCAÇÃO, CULTURA DE PAZ E TRANSPESSOALIDADE

Descrição: Estudos e pesquisas que articulem a abordagem transpessoal com as discussões no campo educacional. Privilegia trabalhos que articulem educação, formal e não formal, com as temáticas de cultura de paz e/ou transpessoalidade (resiliência, espiritualidade, desenvolvimento moral, morte, felicidade, etc.) 

Eixo 03: ORGANIZAÇÕES ESPIRITUALIDADE E ÓCIO CRIADOR

Descrição: Esta área de enfoque privilegia os Estudos, Casos e Relatos de  Processos Investigativos em perspectivas multidisciplinares, que articulem o sujeito inserido no contexto da   contemporaneidade  pressionadora e os processos de trabalho nas organizações formais, com dos valores da Espiritualidade e do Tempo Livre para o Ócio Criador, para o ser humano equilibrado e sua qualidade de vida.

Eixo 04: HUMANIZAÇÃO EM SAÚDE

Descrição: Estudos e pesquisas que busquem articular a perspectiva transpessoal ou focar a espiritualidade e o sagrado em estratégias de humanização e cuidado em hospitais, postos de saúde, CAPS, redes de saúde mental. Serão também agregados estudos e pesquisas em torno da tanatologia e do significado do sagrado na prática de profissionais de saúde.

Eixo 05: CLÍNICA TRANSPESSOAL

Descrição: Estudos de caso clínico em torno da perspectiva transpessoal sob variados modelos teóricos e cartográficos (Wilber, Grof, Woolger, Matos, Saldanha, DEP, entre outros). Pretende-se que os psicoterapeutas que trabalham sob a denominação transpessoal explicitem através de um estudo de caso em consultório privado ou na iniciativa pública apresentem os marcos teóricos e as estratégias metodológicas de sua atuação.

Avaliação do Usuário

Psique e Transpessoalidade

A cada dia a Ciência moderna elabora novas experiências, demonstrações e pressupostos, e cada vez mais um número maior de físicos, bioquímicos, neurocientistas, psiconeuroimunologistas, matemáticos, educadores, médicos, psicólogos e psicoterapeutas, além de outros profissionais e estudiosos, vêm participando dessas elaborações.

Para tanto, conceitos chaves que envolvem ressonâncias, teorias de campo, relações, interconexões e padrões em Rede têm sido demonstrados, tendo no conceito de energia e de “cons-ciência” um elo de ligação comum, culminando para uma percepção cada vez mais ampla do humano e do “uni-verso”, formatando matrizes que fundamentam o “re-ligare” do Ser em sua multidimensionalidade bio-psico-social, cósmica e espiritual.

Resgatar a unidade fundamental do humano, indo além da separatividade, e promover o “re-ligare” do Ser consigo mesmo e com o “uni-verso” que o cerca, envolve um olhar acerca da experiência humana profundamente ético e construtivo, fundamentado nas mais modernas teorias e pressupostos científicos, que “re-estabelecem” toda uma Ecologia do Ser / “cons-ciência” – elementos da teoria e da prática em Psicologia Transpessoal.

Surgida nos anos 60 e considerada a Quarta Força na Psicologia, após o Comportamentalismo, a Psicanálise e as Abordagens Humanistas, a Psicologia Transpessoal: "é o estudo científico e empírico dos vários níveis ou estados da consciência e suas relações com nossa percepção da realidade, crenças, valores e ações (...)

A Psicologia Transpessoal engloba os aspectos do desenvolvimento psíquico já estabelecido pela Psicologia Clássica, ampliando-os, concebendo a realidade em níveis ampliados de consciência, refletindo uma gama de experiências e de possibilidades do Universo da experiência humana” (Saldanha, 1997), o que a faz profundamente científica e espiritual em sua busca pela integração e totalidade.

A Psicologia Transpessoal surge em um momento de transição e integração do saber, em uma nova etapa da ciência e da consciência humana. Como cientistas e estudiosos que somos, “é necessário que estejamos abertos a todas as possibilidades e manifestações da mente que muito antes de pertencer a uma ou outra escola psicológica, ou de ser propriedade de uma religião instituída, são, acima de tudo, questões do homem no planeta terra” (Saldanha, 1997).

Leia mais...

Avaliação do Usuário

RETRANS

Ciente do momento histórico que atravessamos, foi proposta em dezembro de 2003, em Recife, por ocasião do “re-encontro” de alguns colegas -  momento idealizador e fecundo à produção dos ideários - propostas de ações para a construção de uma Rede Nordestina de psicoterapeutas e terapeutas do movimento transpessoal, bem como de estudiosos do tema da transpessoalidade.

Na ocasião, em Recife, representantes do CE, RN, AL, PE e PB estavam presentes e foram discutidas questões afins e elaborada a proposta de um fórum regional a ser realizado em Natal – RN em 15 e 17 de maio de 2004 (tema provisório: tecendo o fio da rede), cujo momento se configurava como oportuno para as representações estaduais levarem propostas a serem discutidas no sentido da construção de um desenho comum.

A principal deliberação em Natal, foi a promoção de um Encontro amplo, para promover o movimento a nível de Região Nordeste. Assim, o I Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade ocorreu em Fortaleza, de 22 a 24 de outubro de 2004 com o tema "Psique e Transpessoalidade". Durante o mesmo, ocorreu a II Reuniâo da RETRANS, onde, discussões relativas ao caráter administrativo e estrutural da RETRANS foram realizadas e, entre outras coisas, foi decidido pela confecção de um livro em que todos os palestrantes do Encontro escreveriam sobre o tema que proferiram. Foi deliberada uma nova reunião da Rede, em Recife, para:

  • Definir o papel da REDE
  • Definir a estrutura orgânica e atribuições da coordenação executiva e conselho consultivo
  • Definir o instrumento de regulamentação da Rede (incluindo as estratégias para o ano de 2005)
  • Definir o papel normatizador da Rede em relação às Associações Estaduais de Psicologia Transpessoal
  • Discutir a realização do II Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade – definir comissão organizadora do evento
  • Estabelecer estratégia de reconhecimento da Psicologia Transpessoal junto aos Conselhos Regionais e Federal de Psicologia
  • Definir responsável pelo Projeto do Livro: I Encontro Nordestino Ciência e Espiritualidade

Leia mais...

Avaliação do Usuário

I Colóquio Brasileiro de Psicologia Transpessoal

A Psicologia Transpessoal*

A Psicologia Transpessoal surge no cenário da história do movimento psicológico internacional nos anos 60 como um desdobramento histórico das psicologias anteriores, mais especificamente da Psicologia Humanística, de onde saiu a maioria de seus fundadores. Propondo-se ao estudo dos estados de consciência, com ênfase nos estados de consciência transpessoal, este novo ramo da psicologia, também denominado “Quarta Força em Psicologia”, estabelece uma conexão entre existencialismo, fenomenologia, humanismo e as mais recentes descobertas nos diversos campos do saber humano.

Nesse sentido, a Psicologia Transpessoal não surgiu para negar outras abordagens. Antes surgiu no sentido de transcender os parâmetros estabelecidos pelas ciências exatas, confirmando-se num universo de maior atuação.

No contexto Transpessoal, as relações bio-psico-sócio-culturais são acrescidas do nível espiritual, favorecendo uma nova dinâmica psíquica, facilitando a compreensão de diversos fenômenos que são geralmente postulados como psicopatológicos ou colocados à margem pelos estudos psicológicos.

Leia mais...

Sub-categorias

Pagina 1 de 2