Avaliação do Usuário
PiorMelhor 
 

20. Mercurius vivus ou solubilis (azougue)

 

?    intoxicação mercurial (patogenesia=matéria médica) em indivíduo sadio: mau hálito, gosto metálico, náuseas e vômitos, languidez, palidez, olheiras, cabeça quente, dor nos ossos agravada pelo calor da cama; feridas na boca; salivação profusa; gengivas inchadas e esponjosas; dentes abalados que caem; língua inchada; agressão ao fígado; abcessos; diarréia ...

 

?    mercurialismo crônico: oligodiscrasia hemática (penias); anemia; definhamento; dores periósteas piorando com as mudanças do tempo, especialmente com o calor; ulcerações da pele; insônia; repuxões da perna; tremor...

 

?    nove características: 1. mau hálito; 2. língua flácida, mole, deixando a marca dos dentes; 3. dor de garganta, externamente; 4. sensibilidade ao ar frio; 5. caráter superficial das ulcerações; 6. dor lado D; 7. esforço, puxo anal; 8. sudação fácil; 9. grande agravação noturna.

 

remédio das inflamações locais, costuma-se alterná-lo com Belladona, para apressar a saída do pus alternar com Hepar sulphuris; língua larga, mole, com a impressão dos dentes nos bordos; salivação abundante; fétida; estomatite ulcerosa; faringites, otites, laringites; SEMPRE PELE ÚMIDA.

dur.: 30 a 60 dias; dose: D3 a C30; 100 200 1000.

 

21. Natrum muriaticum (cloreto de sódio; sal de cozinha)

 

desespero e desânimo (consolando é pior); emagrecimento embora coma bem; boca seca; sede constante; obstipação; hiperestesia geral; anemia; hipertireoidismo

 

Eneagrama tipo IV: A INVEJA E O MASOQUISTA-DEPRESSIVO – repete as ofensas dos pais mesmo tendo sofrido por elas; quem está sempre recordando antigas ofensas e se magoando por isso; torna-se seu pior inimigo, levando-se ao isolamento, aridez, destruição, desalento; aprecia a beleza artística pelas suas associações melancólicas; evita companhia porque antevê aborrecimento com os outros; sua felicidade é efêmera e transitória; mesmo o amor oferecido é sofrido pela iminência da perda.

Sentido de vida: Falta de independência. Despertou-se às 2 da madrugada, transpirando e com ansiedade transtornante, como se fosse fechado em uma cela escura; essa sensação só desapareceu ao perceber a luz da janela. Ela se olha com freqüência no espelho e pensa que se vê infeliz e miserável. Atormenta-se penosamente a si mesmo, por considerar idéias desagradáveis que o debilitam. O espírito está mais tranqüilo que em outros momentos e livre de solicitude; efeito curativo.

5 a 30 200 500 1000 10 000.

Incomp.: Ars., Phosph., Sepia, Nux. Compl.: Apis, Ignatia, Sepia. Dur.: 40 a 50 dias.

 

22. Nux vomica (Noz vômica; estricnina)

 

moreno; magro; colérico; irritável; impaciente; teimoso; melancólico; sedentário; hipersensitivo; anti-peristaltismo; abuso alopático: C30; ativo e trabalhador; neurastenia com hipocondria; alterna com Sulphur; despertar precoce; depressão intelectual com falta de concentração; ENXAQUECA; convulsões; nevralgias e mialgias com cãimbras; abuso alimentar; grande apetite; mal-estar após os excessos de comida e bebida; tudo melhora com repouso.

 

?    sensibilidade exaltada: ao ruído, à luz,à menor corrente de ar, ao meio social que o cerca, aos alimentos – muitos lhe fazem mal, procura estimulantes e amargos.

 

?    três características: 1. adaptado às pessoas morenas, magras, irascíveis, de temperamento bilioso e muito sensíveis às impressões externas; 2. afecções devidas ao abuso de remédios drásticos, de hábitos sedentários, de alimentação rica; 3. sensação de fadiga e de esgotamento pela manhã, ao levantar-se.

 

?    o doente de Nux vomica está sonolento ao anoitecer, dormita na cadeira ou logo ao pôr-se na cama, acorda pela madrugada, dormita de novo e desperta fatigado, com dor de cabeça; queixa-se de cabeça pesada, pela manhã, ao acordar, na região frontal ou supra-orbital, com náuseas.

 

?    apetite extravagante ou fome anormal que precede o ataque dispéptico.

 

Eneagrama tipo VIII: O CARÁTER SÁDICO E A LUXÚRIA – tendência ao vício, levado pela depressão, torna-se até violento; “um barril de pólvora”; pode ser fechado e rabugento; sempre levanta questões contraditórias tornando o ambiente, antes calmo, em agitado; mesmo astuto e bem sucedido, esquece-se de tudo e age insensatamente; usa linguagem indelicada; disposição não intelectual devida à relutância em se concentrar e na impaciência; natureza autoritária; usa os outros para atingir suas ambições. Cabe-lhe também Lachesis: com uma vitalidade inextinguível, ardentes, hiperagitados, inclinados ao vício, excessivamente estimulados, obsessivos ou exaltados, não apenas sexualmente, mas também pelo conhecimento, experiência, entendimento, paixão por uma causa e pela própria vida.

 

Sentido de vida: Afundado em pesadelos e preocupação. Inconsolável e solicitude ansiosa, com o quê rompe em forte choro, queixa-se e se reprova e às vezes passa a gemer continuamente. Ela não sobrepuja o menor mal ou prejuízo. Irritável, disposição colérica e ansiosa com relação a pequenas coisas. Aborrecido, o tempo lhe parece intoleravelmente longo, passa lentamente.

1 a 200 500 1000 10 000. “Tomar à tarde”.

Incomp.: Ignatia, Zincum. Compl.: Sulphur, Kali carbon., Sepia. Antídoto: Ars.?

 

23. Phosphorus (fósforo branco)

 

?    quatro pontos da constituição de Phosphorus: 1. pessoas altas, delgadas, de constituição sanguínea, de pele delicada, cabelo ruivo ou vermelho, percepção rápida e natureza sensível; 2. enfermos altos, delgados, tísicos; 3. mulheres altas delgadas, com tendência a encurvar-se; 4. pessoas débeis e nervosas, que gostam de ser magnetizadas;

 

?    oito sintomas característicos: 1. degeneração gordurosa dos tecidos; 2. cárie dos ossos; 3. terror do esforço mental; 4. diarréia sem dor, que exaure e prostra as forças; 5. opressão do peito; 6. febre adinâmica lenta, com ausência de sede; 7. dor ardente na região dorsal da espinha; 8. tropeços ao caminhar e tremor das pernas.

 

?    ardor nas mãos (Sulphur nos pés); vertigens e surdez dos velhos.

 

fraqueza com irritabilidade; sono agitado; mania lasciva; desejo sexual constante e imperioso nos homens e mulheres; neurastenia pós-influenza; vertigem; arteriosclerose; paralisia flácida.

 

Eneagrama tipo III: A VAIDADE, A INAUTENTICIDADE E A ORIENTAÇÃO PARA O MERCADO – seduz através do seu jeito atraente e cintilante, chamando a atenção; tanto homem como mulher são elegantes, encantadores e refinados, de pele clara, como porcelana; emocionalmente é solidário, receptivo e sensível à freqüência da vibração do outro; muito comunicativo e extremamente prestativo; é gregário e muito sensível e impressionável, sentimentos desagradáveis podem deixá-lo fisicamente doente, com problemas digestivos, cefaléias ou palpitações; vaidoso e narcisista, considera-se mais refinado, intuitivo, divertido, talentoso e espiritual do que os outros; pode ficar fascinado por si mesmo; domina mas sem agressividade e de maneira sutil; gostar de si mesmo é até certo ponto saudável mas pode haver um exagero autolimitante; é como um animador que precisa da platéia.

 

Sentido de vida: Exaltação do sentido de fraternidade. imagina-se dividido em vários pedaços e que não pode juntar apropriadamente os fragmentos. Grande ansiedade e irritabilidade quando está só. Enquanto cochilava e ao despertar acreditava-se em uma ilha distante. Medo horrível ao anoitecer, como se uma face horrorosa o estivesse olhando de cada canto. Podia esperar essas aparições por horas, queixando-se que não o deixariam dormir. O mundo lhe parecia terrível; somente o pranto podia aliviá-lo, em seguida, apatia e indiferença total. Reaparecia freqüentemente um estado de apreensão, no qual se sentia como assombrado por algo. Tão logo como a escuridão da noite começava a envolver a terra, a paz era perturbada pelas visões e pensamentos mais temíveis. Sensação de terror, como se fosse passar por cima uma locomotiva. Ao adormecer sonha imediatamente coisas terroríficas que o fazem despertar. Irritabilidade mental e física, prostrado pela mínima impressão desagradável.

5 a 200 500 1000. Sobretudo C30 poucas doses/dia.

Incomp.: Rhus tox., Apis, Caust. Compl.: Arsenic., Allium, Carbo veget. Dur.: 40 dias.

 

24. Pulsatilla vulgaris (anêmona dos prados)

 

mulher clara, loura, caprichosa mas dócil e submissa, agitada, triste, chorosa, piora com calor e melhora com frio; homens com irritabilidade (= Nux vom.); insônia do 1º sono; ansiedade com impulso suicida.

 

?    mulheres de gênio bondoso e complacente, mas disposto às lágrimas e lamentações.

 

Eneagrama tipo II: O ORGULHO E A PERSONALIDADE HISTRIÔNICA – o tipo é encontrado especialmente em mulheres delicadas e graciosas, com físico que perde ou ganha peso com facilidade e a gordura é arredondada e não flácida ou sem forma como em Calcarea carbonica; 5 características básicas:1.suavidade: gosta de ser mimada, compra (seduz) com seu afeto os mimos; 2. a dependência : manifesta-se no adulto que não amadurece como desamparo e infantilidade; é atraente aos homens, extremamente feminina, lisonjeia o ego do outro, na sua dependência procura cada vez mais apoio até que os outros sentem que lhe são prisioneiros; 3. a sociabilidade: é uma qualidade positiva; 4. a flexibilidade: pode ser construtiva, ou negativa quando se torna indecisa em qualquer simples escolha; 5. a emotividade: é a mais próxima do tipo II, marcada pela labilidade, pena de si mesma, sentimentalismo, é o cata-vento dos remédios, vai para onde o vento for; chegam a ser excêntricas e caprichosas; é dominada pela sensibilidade e não-intelectualidade; não está interessada em fatos, estatísticas, idéias eruditas ou teorias, lida melhor com o simples cotidiano, que, emotivamente, interpreta unicamente ao modo que tem em mente.

Sentido de vida: Desperta freqüentemente por sonhos aterradores, por exemplo, que está caindo. À noite desperta-se atemorizado e confuso; não reconhece onde está e não pode comunicar-se adequadamente. Sente que sua cabeça está tão quieta e tudo ao seu redor tão vazio, como se estivesse só na casa e no mundo, como se tudo ao seu redor não lhe dissesse respeito e ela não pertencesse a ninguém; não deseja falar com ninguém. Pela manhã, não pode pensar em suas tarefas sem inquietar-se, pesarosamente. Ao ouvir uma notícia desagradável, ele se aflige com tristeza e desalento. Pesaroso, melancólico, cheio de preocupações. Ânimo silencioso, inclinado à expiação silenciosa, com submissão. O paciente deseja ser consolado. Inquieto e volúvel; tende facilmente a chorar ou a rir; sente-se bem uma hora, miserável na seguinte. Extremamente caprichoso, mal-humorado com tudo, inclusive consigo mesmo.

3 a 30 100 200 500 1000 10 000.

agravações: à tarde, ao cair da noite, pelos alimentos gordurosos.

melhorias: ao ar livre, quarto fresco, ar frio, comidas frias, bebidas frias, aplicações frias.

Incomp.: Sulphur, Staphisagria. Compl.: Lycop., Sulph. acid., Allium cepa, Silicea, Kali sulph., Stan., Kali muriat. Dur.: 40 dias.

 

25. Rhus toxicodendron (sumagre venenoso)

 

Trio da agitação: Aconitum, Arsenicum e Rhus.

 

estupor com delírio calmo, regular e persistente; agrava com frio.

 

?    assim como com a Bryonia a agravação se dá pelo movimento, aqui com Rhus é exatamente o contrário: melhoram com o movimento e agravam pelo repouso.

 

?    triângulo vermelho na ponta da língua.

 

3 a 30 100 200 500 1000 10 000.

Antíd.: Acon., Bell., Bryon., Lach., Sulph., Sepia. Compl.: Bryon?, Calc. Dur.1-7 d.

 

Composto de Rhus toxicodendron C5 + Arnica montana C3

 

Tendinites, lesões musculares e articulares, fibromialgias

Tomar 7 gotas (crianças 4 gotas) de hora em hora, até reduzir os sintomas. Uso máximo por duas semanas

 

26. Sepia officinalis (tinta de siba)

 

mulher de cabelos pretos, face amarelada, alta, magra, delicada, triste, lacrimosa, ansiosa (= Pulsatilla) porém irritável, colérica, má, fria, indiferente; fadiga.

 

?    mulher muito débil, um simples passeio, mesmo curto, causa-lhe fadiga; queixas ginecológicas; bexiga irritável: escape de urina; obstipação; língua suja; manchas amarelas (nada a ver com icterícia); cefaléia começa pela manhã e vai aumentando, melhora com o sono ou pelo movimento violento.

 

Eneagrama Tipo VI: A COVARDIA, O CARÁTER PARANÓICO E A ACUSAÇÃO – com uma desconfiança tímida que se esconde atrás da indefinição e de um comportamento evasivo, correspondendo à personalidade esquiva no DSM III e ao nosso subtipo autopreservação; mulher sob a sensação do dever e da culpa, lutando e nunca deixando para trás, como faria Lycopodium.

 

Sentido de vida: Sonho terrorífico, a respeito de estar caindo de uma alta montanha. Sonhos ansiosos, nos quais o seu corpo está deformado. Ele jazia no mais profundo abatimento, como num sonho no qual disputava com um espírito; tão logo despertou disso caiu em um segundo desmaio, com um sonho acerca de estar perdido num bosque. Terror de ficar sozinho. Sem um adequado sentido de vida, grande indiferença por tudo. Melancolia, sente-se infeliz, azarada, sem razão. Era capaz de chorar sem motivo, por desagrado por todas as coisas. Desgostava-se por qualquer trivialidade. Por um desgosto está tão excitada, que tem medo de ter um ataque por derrame, tudo se torna negro diante de seus olhos. Grande irritabilidade nervosa, com tristeza, desalento e desconcentração; tudo lhe parece estranho; o menor exercício lhe parece um grande esforço; parece-lhe que não consegue entender nada e que tem de aprender novamente tudo o que deseja fazer; grande indiferença por tudo, a morte de um parente ou algum acontecimento feliz lhe afeta do mesmo modo. Resolve agir contra sua intenção e por este motivo está em conflito consigo mesmo e daí com humor desagradável e inquieto. Ansiedade com medo, ondas de calor na face, a respeito de males reais ou imaginários.

5 a 200 500 1000 10 000.

Incomp.: Lachesis, Pulsatilla, Psorinum, Bryonia. Compl.: Nux, Nat. mur., Sabadilla. Dur.: 40 a 60 dias.

 

27. Silicea (sílica)

 

esgotamento nervoso; foge de exercício mental ou físico; precisa excitar-se para trabalhar; neurastenia; cefaléia crônica, parte da nuca e dirige-se ao vértex, acabando por se localizar num dos olhos, principalmente no D; fotofobia; esclerose cerebral e medular; nevralgias; intolerância ao álcool.

 

?         irritável, com tendência ao desfalecimento e com desgosto pela vida, timidez.

?         Silicea é o crônico de Pulsatilla.

?         falta-lhe energia para resistir às influências depressivas do ambiente; falta-lhe o calor

vital e está sempre friorento, mesmo fazendo exercício.

 

Eneagrama tipo V: A AVAREZA E O DESAPEGO PATOLÓGICO – inflexibilidade e obstinação; não é agressivo ou argumentador, sorri, permanece agradável e maleável, mas age como melhor lhe convém; rigidez de pontos de vista; mantém-se estável intelectualmente e concentrado porém carece de vitalidade e gasta uma enorme energia neste processo (comparação com o talo do trigo, delicado por dentro e com rígido revestimento externo; um ratinho que mantém ferozmente a integridade de seu pequeno território.

Sentido de vida: Escrúpulos (remorsos) de consciência por insignificâncias. A menor advertência lhe faz chorar. Falta de firmeza (inconstância, falta de segurança) e confusão em suas ações. Falta de coragem. Sente ansiedade e contrariedade por mínimas coisas, devido a uma grande debilidade nervosa. Superansioso por si mesmo; deprimido; chora todas as noites. Está distraído, sente sempre como se sua mente estivesse em dois locais ao mesmo tempo. Ele vê de um modo vívido, regiões distantes que ele jamais havia visto antes, em um tipo de sonambulismo e também objetos que ele desejava. Vários sonhos de viagens distantes. Ele sonha e devaneia muito durante à noite; levanta-se à miúdo e caminha ao redor do quarto, sem saber onde está.

3 a 200 500 1000 10 000. Sobretudo C30.

Incomp.: Mercurius. Compl.: Calc., Puls., Thuya. Dur.: 40 a 60 dias.

 

28. Staphysagria pediculares (parparrás ou erva piolheira)

 

depressão apática; hipersensibilidade psíquica; rancores; obsessão por sexo; distúrbios de caráter; maus efeitos de injúrias; ofende-se por pouco; face pálida com olheiras; hipocondria; grande fome mesmo com estômago cheio; sonolência diurna.

D3 a 30 100 200 500 1000.

Incomp.: Ranunculus bulbosus.

 

29. Stramonium (estramônio; Datura stramonium)

 

Trio do delírio: Belladona, Hyosciamus e Stramonium.

 

simpaticotônico; delírio agudo chegando ao furor; com terror; alucinações aterradoras; convulsões; verborréia; fala tolices; tem caprichos extravagantes; medo de escuro e de estar só; mania religiosa; complicações cerebrais da epilepsia; vertigem no escuro; medo de água; gagueira; pouca dor!

3 a 30 60 100 200 500 1000 10 000.

Incomp.: Coffea. Seguem-lhe bem: Acon., Bell., Bryon., Hyosc., Nux.

 

30. Sulphur (enxofre)

 

cronicidade; antídoto geral à centrífugo; alcoolismo; com sensação de calor: tudo em Sulphur é quente; impressionável; sono agitado; pesadelos; despertar precoce; incômodo dos pés quentes; muita sede.

 

?    dez características em Sulphur: 1. hábitos de desasseio; 2. aversão à água e ao banho; 3. sensação de vácuo no estômago às 11 h; 4. sono leve; 5. calor no alto da cabeça e ardor nas palmas das mãos e dos pés; 6. reação deficiente ainda depois dos remédios mais adequados; 7. andar inclinado; 8. bebe muito e come pouco; 9. diarréia matinal obrigando o doente a levantar-se da cama; 10. grande agravação noturna.

 

?    sintomas mentais variadíssimos: irritável, murmura, queixa-se de tudo, é egoísta e ingrato; mania filosófica; estudante de coisas estranhas e sem base; delírio metafísico; cogita sobre problemas que não têm solução; melancolia religiosa; dureza e confusão de espírito; sente-se feliz e orgulhoso por coisas fúteis; julga-se na posse de coisas belas e preciosas; os próprios andrajos lhe parecem belos.

 

Eneagrama tipo V: A AVAREZA E O DESAPEGO PATOLÓGICO – egoísmo e insensibilidade, não existe gratidão, materialista que protege com ardor suas posses, colecionador, na bagunça de sua mesa acha o papel que quiser, perdido em pensamentos intelectuais ou espirituais, contraditoriamente avarento, inclinação mental erudita ou filosófica, é o “filósofo maltrapilho”. Ver Sílica.

 

Sentido de vida: Sonho aterrador com estar caindo de uma altura. Profunda melancolia, considera-se sem honra (pleno de ignomínia), fala de morrer, sua vida está insuportável. Comumente, durante o dia, tem ataques que duram vários minutos nos quais se sente completamente desgraçada, sem motivo, com melancolia, deseja morrer. Demasiado preguiçoso para levantar-se e demasiado infeliz para viver. Estado inconsolável no que concerne a cada ação de si mesma que ela considera equivocada. Grande desalento; sente-se inferior a todos; não pode decidir nada; desatento; incapaz de trabalhar; não entende nada do que lê; repugnância que chega até à náusea pelos cheiros de seu próprio corpo. Mal-humorada, desgostosa consigo mesma, tudo a põe impaciente. Tristeza sem motivo; sem valor. Humor excitável, irrita-se facilmente mas rapidamente se arrepende. Coisas indiferentes e coisas como as que ocorrem naturalmente na vida, estão em sua mente acompanhadas de idéias molestas e mortificantes de seu passado, que se conectam continuamente com desgostos recentes dos quais não pode livrar-se. Isso está acompanhado por uma determinação (firmeza) mental, pronta para grandes resoluções.

3 6 12 30 100 200 500 1000 10 000.

Incomp.: Sulph. segue Lycop. mas Lycop. não segue Sulph. Compl.: Acon., Ars., Aloe, Nux. Dur.: 40 a 60 dias.

 

31. Thuya occidentalis

 

?    apressado e impaciente; fala rapidamente; tem movimentos rápidos; excita-se, irrita-se, põe-se em cólera por qualquer coisa; a música sensibiliza-o e o faz chorar e tremer; doença mental que se julga substância frágil, quebradiça e não permite que dele se aproximem para não quebrar-se, ou, pensa que seu corpo e alma estão separados ou que tem um estranho ao lado de si; outros sentem um corpo estranho no abdômen como um ser vivo, um animal; vertigem ao fechar os olhos.

dose: D1 a C30.

 

 

////////////////////////////////////////////////

 

VÍCIO DE CONSTITUIÇÃO = MIASMA CRÔNICO = DIÁTESE = TEMPERAMENTO MÓRBIDO

 

Thuya à constituição herpética ou sicótica: verrugas, condilomas, pólipos, eczema, erupções herpéticas, excrescências mucosas e cutâneas;

Sulphur à constituição artrítica ou psórica: gota, reumatismo, diabete, obesidade, litíases, asma, dispepsias rebeldes, hemorróidas, arteriosclerose, aneurisma, esterilidade;

Mercurius à constituição escrofulítica ou sifilítico-tuberculosa: inflamações crônicas, principalmente das mucosas e dos gânglios linfáticos.

 

OBS.: A DIÁTESE PSICONEUROPÁTICA INCLUI-SE NA PSORA.”

 

////////////////////////////////////////////////

 

Ao encomendar em uma farmácia de manipulação homeopática confiável tenha em mente que se for prescrito fármaco líquido, isto é, não em glóbulos, você pode pedir assim:

 

Em Álcool 10%, que dura uns 6 meses

Em Álcool 20%, que dura uns 18 meses

Em Álcool 30%, que dura mais de 3 anos

Álcool 30% fica mais forte e dura mais e, além disto, é mais resistente aos fenômenos físicos que prejudicam e podem até neutralizar os efeitos do preparado, que deve ser mantido longe do calor, das variações de temperatura, pressão, som, ondas eletromagnéticas de aparelhos eletro-eletrônicos, longe de computador e de suas telas de PC, TV, telefone celular ou fixo sem fio, rádios, dvd etc.

Notas:

Matéria Médica (patogenesia) em Adalberto Tripicchio MD PhD (Brasil)

Eneagrama em Dr. Cláudio Naranjo (Chile)

Sentido de Vida em Profa.Dra. Maria Clara Bandoel (Argentina)

 

Ítens Relacionados

Temos 48 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9805572