Artigos de Membros

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

PARALELOS DA VISÃO DE JUNG E DO YOGA


 A ORIGEM DA CONSCIÊNCIA HUMANA

Psique: Desenvolve-se ao longo da vida do indivíduo e repete o processo de evolução passado pelos nossos ancestrais.

 

Consciência: Desperta do sono da inconsciência a partir dos conteúdos que fazem parte da experiência coletiva.

 

CICLO DA CONSCIÊNCIA:

 

SIMBIÓTICA - SEPARADA – INTERDEPENDENTE

 

O MODELO JUNGUIANO DA PSIQUE

 

Psique não é sinônimo de mente consciente.  A mente racional consciente é complementada por uma inconsciente, que opera segundo princípios opostos.

    Na concepção chinesa os opostos são conhecidos como o yin (feminino, frio, passivo, obscuro) e o yang (masculino, quente, ativo, luminoso).

 

           O CÉU É O MEU PAI, ELE ME HÁ GERADO.EU TENHO POR FAMÍLIA TODA AS ESTRELAS. A MINHA MÃE É A GRANDE TERRA. O PAI FECUNDA AS ENTRANHAS DAQUELA QUE É SUA ESPOSA E FILHA...”

                                                                      POEMA VÉDICO

 

De Tao veio o UM

Do UM veio o Dois

Do Dois veio o Três

E o Três gerou os muitos                             Toda a vida surgiu da Treva

E demanda a Luz.A essência da vida engendra a harmonia das duas forças.

 

                                                                                    TAO TE CHING

 

No princípio criou Deus os céus e a terra.

E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.

E disse Deus: Haja luz; e houve luz.

E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus a separaçäo entre a luz e as trevas.

 

GÊNESIS

 

A Energia Psíquica manifesta-se sobre os mesmos princípios da energia universal.

 

 

 

PRINCÍPIOS ALQUÍMICOS:

 

Tudo tem fluxo e refluxo.  Tudo é duplo, Os opostos são idênticos em natureza mas diferentes em graus... O Todo está na Mente.

 

Tudo vibra nada está parado... O Que está em cima é como o que está em baixo. Tudo vibra nada está parado...

 

A CONCEPÇÃO ENERGÉTICA DA PSIQUE

 

  • Princípio de Equivalência

 

  • Princípio da Compensação

 

  • Princípio da Projeção

 

  • Princípio da Transformação

 

Jung comparou a psique a um espectro de luz.   Nos níveis inferiores do infravermelho, estaria relacionado aos níveis orgânico e material dos instintos. Nos níveis superiores da luz ultravioleta, a correspondência é com os aspectos espirituais.

 

EIXO DO ESPAÇO-TEMPO DA CONSCIÊNCIA

 

     Assim como calor, luz, e eletricidade são manifestações diferentes da energia física, fome, sexo, agressividade, emoções, afetos, pensamentos e intuições são expressões variadas da energia psíquica.

 

Os mundos objetivos e subjetivos, material e espiritual é uma única realidade.

 

      O HOMEM COMO UM MICROCOSMO É O ESPELHO DO MACROCOSMO.

 

O Inconsciente para Jung é Pessoal e coletivo.

 

Na Psicologia do Yoga  temos:

 

Os Vrittis =Fluxo mental – Fora da meditação são subconscientes e dão sustentação aos pensamentos conscientes.

 

 Os Vásanas  =padrões inconscientes, que foram adquiridos ao longo das experiências da vida. – Inconsciente Pessoal

 

 Os Samskáras =são as raízes profundas dos condicionamentos humanos, possuem caráter kármico e inato tendendo á perpetuar-se através das gerações – Inconsciente coletivo

 

A Consciência se manifesta através de Símbolos

 

As estruturas primordiais da psique que dão origem aos símbolos são denominadas ARQUÉTIPOS.

 

O Arquétipo em essência não pode ser manifesto somente a partir das suas representações.

 

A representação de um arquétipo  é manifestação de um campo de consciência na experiência individual do Ser

 

O PROCESSO DE INDIVIDUAÇÃO

 

EGO-SELF

 

ANIMUS

INTEGRAÇÃO

ANIMA

 

          PERSONA-SOMBRA

 

     O processo de individuação é um movimento de despertar gradativo da consciência individual, que emerge das imagens inconscientes coletivas. Ao realizar o indivíduo a sua singularidade ele não se opõe ao coletivo, ele se diferencia dele e o enriquece dando uma contribuição para o desenvolvimento da coletividade.

 

O Que acontece durante  o processo de despertar da consciência na prática da meditação?

 

•       Separação entre o eu e o Self.

 

•       Observação da  interconexão corpo-mente

 

•       Reconhecimento das projeções psíquicas.

 

•       Liberação espontânea dos conteúdos reprimidos.

 

•        Surgimento do  insight.

 

•       Aceitação e transformação da sombra, fazendo dela uma aliada.

 

•        Percepção da unidade, transcendência da dualidade.

 

•       Despertar da Compaixão.

 

 

O SELF pode surgir na imagem de um velho sábio ou de um Guru.

 

O Self como sendo o arquétipo central da psique é a imagem que temos do Divino.

 

Na tradição do Yoga o Si-Mesmo é chamado de Atman, Brahman,o incondicionado, o transcendente, o imortal , o indestrutível,

 

A consciência está ao mesmo tempo vazia e não-vazia. Ela não se encontra mais preenchida com a imagem das coisas, mas apenas as contém. A abundância do mundo, imediata e premente, nada perdeu de sua riqueza e maravilha, mas não domina mais a consciência. O apelo mágico das coisas cessou, porque se desenredou o entrelaçamento imaginário da consciência com o mundo. Não sendo o inconsciente mais projetado, desaparece a” participation mystique “originária com as coisas. Por este motivo, a consciência não é mais dominada por intenções compulsivas, passando a contemplar.

 

                           JUNG, Estudos Alquímicos

 

 

A individuação e a Iluminação tem como imagem a inteireza e não a perfeição.

 

Ele olhou sua alma através de um telescópio. O que parecia irregular eram belas Constelações: então acrescentou mundos ocultos dentro de outros mundos.

 

                                      COLERIDGE ANOTAÇÕES

 

Von Franz, comenta que:

A nossa vida desenvolveria um esquema sinuoso (em meandros) em que temas e tendências aparecem, desvanecem-se e tornam a aparecer.

 

O QUE ACONTECE APÓS O ÊXTASE?

COMO MANTER A ILUMINAÇÃO?

 

O Mestre Ajahn Chah diz o seguinte:

 

     Se você não chorou profundamente, ainda não chegou a meditar.

Como tudo é apenas exatamente como é, podemos muito bem cair na risada.

 

                                                        LONG CHEN PA

 

O fim de toda a nossa procura

Vai ser chegar onde começamos

E ver o lugar pela primeira vez.

 

                                                T.S.ELIOT

 

Por Ana Cláudia Dutra

 

Palestra proferida no XIII congresso Brasileiro de Yoga, promovido pela CONYB (Confederação Nacional de Yoga do Brasil) e pela ACEPY (Associação Cearense de Estudos e Pesquisas em Yoga), Fortaleza, 11 a 14 de outubro de 2.007

 

Categoria: Artigos de Membros

Temos 105 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9882079