Artigos de Yoga

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu

Avaliação do Usuário

 

Para melhor visualização faça o download das fontes usadas no site: tahoma, tahoma bold, sanskrit98, sanskrit2003

O mais antigo, completo e complexo relato escrito acerca da ‘Busca do Eu’ vem da antiga Índia (?ryavarta  ou Bharatavar?a). Os livros sagrados dos indianos (??stras) contêm a ‘Tradição-Sabedoria’ existente em todos os escritos da Humanidade. Pode-se dividir o conhecimento hindu em duas classes de escrituras: Nigama e ?gama.

Leia mais...

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu

Avaliação do Usuário

 

Para melhor visualização faça o download das fontes usadas no site: tahoma, tahoma bold, sanskrit98, sanskrit2003

 As Upani?ad (???????,) são parte das ?rutis hindus, que discutem principalmente meditação e filosofia, e são consideradas pela maioria das escolas do hinduísmo como instruções religiosas. Contêm também transcrições de vários debates espirituais, e 12 de seus 123 livros são considerados básicos por todos os hinduístas.

Leia mais...

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu

Avaliação do Usuário

S

 

SADDHARMA-PUNDARIKA SUTRA (jap., Myohô-Renge-Kyô) - Discurso do Lótus do Darma Maravilhoso; texto do budismo Mahayana, de central importância para as escolas Tendai e Nichiren. Veja Sutra do Lótus; Veículo Único.

SADDHA (páli) – é freqüentemente traduzida como “fé”, mas significa preferentemente “confiança baseada no conhecimento”; como disse Buda Shakyamuni: “A confiança é a companheira do homem, e a sabedoria lhe dá o comendo”.

SADHANA (sânscr.) - texto que descreve uma liturgia, especialmente utilizado no budismo Vajrayana.

SAHA ou Mundo Saha (sânscr., Saha-lokadhatu: “mundo duradouro”) - este mundo de ilusão; o mundo onde pregou o Buda Shakyamuni) - veja samsara.

SAICHO - monge japonês (767-822) que fundou a escola Tendai com base nos ensinamentos da escola chinesa T'ien-T'ai e elementos das escolas Hua-Yen e Mi-Tsung.

Leia mais...

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu

Avaliação do Usuário

A

(chinês) – Imperador.

ABHAYA (sânscr.) – “segurança”, “paz”, que não teme, que tranqüiliza. O abhayamudra é o gesto que pacifica.

ABHIDHAMMIKA (páli) – monge budista que se especializou no estudo do Abhidharma. Foi também grande autoridade do Sutra-pitaka e do Vinaya­-pitaka.

ABHIDHARMA - parte do cânon páli de Escrituras budistas consa­grado à elaboração escolástica da Doutrina (Darma) contida no Sutta-Pltaka.

ABHIDHARMA-HRIDAYA-SHASTRA (sâncr.; chinês, A-p’i-t’an-hsin-lun; jap., Abidon-shin-ron) - “O Coração do Abhidharma”; um compêndio 250 versos da doutrina do Abhidharma da escola de Sarvastivada, escrito no terceiro século por Dharmashri (conhecido também como Dharmashreshthin) e traduzido ao chinês em 384 por Samghadeva. Dharmashri, da escola de Sarvastivada, era do reino de Tukhara. O Coração do Abhidharma é um resumo dos ensinos doutrinários contidos nos comentários do grande Abhidharma, um dos textos básicos do Sarvastivadins. A escola de Sarvastivada compilou primeiramente o tratado na Fonte da Sabedoria e de outros seis textos doutrinários para esclarecer suas teses fundamentais, produzindo mais tarde o grande comentário no Abhidharma para um exame detalhado dos estudos a respeito de sua doutrina.

ABHIDHARMA-KOSHA (sânscr.) - texto do monge indiano Vasubandhu (século V) sobre a escola Sarvastivada.

ABHIDHARMA PITAKA (sânscr.; páli, Abhidhamma Pitaka) - compilação de ensinamentos sobre filosofia, psicologia e metafísica. Veja Tripitaka.

Leia mais...

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu

Avaliação do Usuário

Y

 

YAB-YUM (tib., yab yum) - pai-mãe; no budismo Vajrayana tibetano, representação simbólica da inseparabilidade dos meios hábeis (upaya) e da sabedoria (prajna).

YAKSHA (na forma feminina, yakshini) - fantasmas poderosos e rápidos, em geral maléficos, mas que às vezes agem como protetores do Darma; um dos oito grupos de seres celestiais ainda não iluminados e, portanto, sujeitos ao ciclo de nascimento e morte. veja Seres celestiais

YAKUSHI NYORAI (jap.) - veja Bhaishajyaguru.

YAMA ou Yami (sânscr.) - na mitologia indiana, o demônio da morte.

YANA (sânscr.) - “veículo”; meio usado pelo praticante para seguir o caminho da iluminação. Os diferentes veículos correspondem a diferentes abordagens da "jornada espiritual". Em essência, as diferenças dizem respeito à postura básica do praticante e à forma de avançar no Caminho. Distinguem-se três veículos: Hinayana, Mahayana e Vajrayana. A prática dos três veículos ao mesmo tempo é conhecida como Ekayana, ou "Veículo Uno" (veja).

Leia mais...

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu