Artigos de Yoga

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

(1.878-1.973)

(Mira Alfassa)

 

Mira Alfassa, posteriormente chamada a Mãe, nasceu em Paris em 21 de fevereiro de 1.878. Desde a infância revelou seu imenso potencial espiritual, embora sua vida tenha seguido, primeiramente, o curso de linhas comuns. Mira estudou, casou-se, tornou-se mãe. Dotada de grande talento artístico, dedicou-se ao desenho, à pintura e à música. Mas principalmente vivia à procura de Deus, da Verdade, da Unidade. Por volta de 1.912, reuniu-se à sua volta um grupo empreendido no trabalho de autoconhecimento e autodomínio.

 

Mira AlfasaEm 1.914 viajou para a Índia, onde encontrou, em Pondicherry, ?r? Aurobindo. Identificando-se espontânea e totalmente com a grandiosa visão e busca espirituais de ?r? Aurobindo, ela sabe imediatamente que seu lugar e seu trabalho são ao lado dele. É em 1.920, passada a guerra mundial que a obrigou inicialmente a voltar para a França, que ela vai definitivamente para Pondicherry.

Juntando-se aos discípulos que estavam em torno de ?r? Aurobindo, dedicou-se, nos seis primeiros anos, à intensificação e aperfeiçoamento de sua disciplina espiritual. Quando, em 1.926, ?r? Aurobindo se retirou da convivência direta com os discípulos, ele entregou à Mãe a orientação e também a direção e organização concretas da comunidade que estava começando a se formar. Este foi o início do ?r? Aurobindo Ashram, que teve na Mãe a presença central, a força efetuadora a partir da qual tudo cresceu e se ordenou.

Em inteira concordância com ?r? Aurobindo, que via na união de interior e exterior a condição necessária para o indivíduo chegar ao desenvolvimento integral de si, ela introduziu, na vida da comunidade, como meios indispensáveis de expressão e realização espirituais, o trabalho, a educação física, as artes e outras atividades. Colocou, também, a busca e a pesquisa de uma nova educação no centro da vida do Ashram, fundando em 1.942 a escola que passa a ser, em 1.952, o Centro Internacional de Educação ?r? Aurobindo. Este centro realiza até hoje, contando com professores e alunos de várias nacionalidades, uma experiência em crescimento integral, denominada “livre progresso”, aplicando os princípios educacionais desenvolvidos por ?r? Aurobindo e a Mãe.

O ?r? Aurobindo Ashram – que hoje conta com cerca de 2.000 pessoas não só da Ásia, mas de todos os continentes, principalmente da Europa e América do Norte – abrange, além do campo da educação, muitos outros setores e serviços, tais como os de construção, alimentação, transporte, arte, tecelagem, secretaria, correio, fabricação manual de papel, indústria de algodão, etc. Em 1.968, com o incentivo e a determinação da Mãe, foi iniciada a construção de Auroville, cidade-modelo internacional, reconhecida e apoiada pela Unesco, destinada a realizar vivencialmente o ideal da Unidade Humana.

Sem se afastar da consciência desse trabalho de elaboração e aperfeiçoamento do todo, a Mãe vinha se dedicando, nos últimos anos, à realização de experiências espirituais pioneiras, referentes à transformação do corpo físico. Encontrando-se cada vez mais em condições físicas delicadas, a Mãe faleceu em 17 de novembro de 1.973.

Categoria: Mini-Biografias