Artigos por Autor/Categoria

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

 

Ken Wilber (Kenneth Earl Wilber Jr.), nascido em 31 de Janeiro de 1949, Oklahoma City (EUA), é um famoso pensador e criador da Psicologia Integral, e de forma mais geral do Movimento Integral.

Sua obra concentra-se basicamente na integração de todas as áreas do conhecimento (ciência, filosofia, arte, ética e espiritualidade). A preocupação em unir ciência e religião apoia-se em sua própria experiência e na de diversos místicos de todas as grandes tradições de sabedoria, tanto ocidentais quanto orientais; aliado à sua releitura transpessoal da psicologia analítica de Carl Gustav Jung.

Mesmo sendo considerado um fundador da escola da Psicologia Transpessoal, desde então ele se dissociou dela. Em 1998 Wilber fundou o Instituto Integral (Integral Institute), organização que reúne os inúmeros pensamentos nas questões sobre a ciência e a sociedade de maneira integral. Ele tem sido pioneiro no desenvolvimento da Psicologia Integral, da Política Integral - e, mais recentemente, de uma nova Espiritualidade Integral.

No dia 4 de Janeiro de 1997, o jornal alemão Die Welt declarou Wilber como "o maior pensador no campo da evolução da consciência". Segundo muitos formadores de opinião em filosofia, psicologia e espiritualidade, Ken Wilber seria o maior filósofo da atualidade - ainda não compreendido em seu tempo, uma vez que desenvolve as estruturas e idéias que, quando reconhecidos e aplicados, tendem a ampliar a futura visão de mundo, ciência e religião em um novo paradigma "integral". 

 

por Ken Wilber

"Eu tenho o meu corpo, mas não sou o meu corpo. Posso ver e sentir o meu corpo, e aquilo que é visto e sentido não é o verdadeiro observador. Meu corpo pode estar cansado ou excitado, doente ou são, pesado ou leve, mas isso nada tem a ver com o meu interior. Eu tenho um corpo, mas não sou o meu corpo".

"Eu tenho desejos, mas não sou meus desejos. Posso conhecer meus desejos, e o que pode ser conhecido não é o verdadeiro conhecedor. Os desejos vão e vêm, flutuando através de minha consciência, mas eles não afetam meu interior. Eu tenho desejos, mas não sou os meus desejos".

"Eu tenho emoções, mas não sou minhas emoções. Posso sentir minhas emoções, e o que pode ser sentido não é a verdadeira pessoa que sente. As emoções passam através de mim, mas não afetam meu interior. Eu tenho emoções, mas não sou minhas emoções".

"Eu tenho pensamentos, mas não sou meus pensamentos. Posso conhecer e intuir meus pensamentos, e o que pode ser conhecido não é o verdadeiro conhecedor. Os pensamentos vêm até mim e me abandonam, mas não afetam meu interior. Eu tenho pensamentos, mas não sou meus pensamentos".

"Não existem fronteiras no universo. As fronteiras são ilusões, produtos da não realidade, mas da maneira pela qual traçamos mapas e arrumamos a realidade".

"Sabedoria é transcender as perspectivas, compaixão é abraçá-las todas".

 

Ken Wilber - Do livro  A Consciência sem Franteiras.

Temos 76 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
10067279