Artigos por Autor/Categoria

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

2012

Muitos estão preocupados com a data de 21 de Dezembro de 2012, esperando que algo mágico aconteça ou então, que se dê uma grande catástrofe mundial. Um salto quântico, onde todos os problemas da humanidade serão resolvidos como num passe de magia.

Os maias deixaram a profecia de que o mundo passaria por uma transformação e que o seu messias voltaria no mesmo período. Eles eram exemplos de inteligência, mas não de evolução. Matavam, sacrificavam, mutilavam, escravizavam e faziam isso em nome dos seus deuses, para idolatrá-los e pacificá-los. Uma civilização que simplesmente desapareceu, deixando rastos apenas nas pirâmides e nalguns textos que não foram destruídos pelos “homens brancos”.

Os hopis também profetizam uma época de transformação e da volta de seu messias. Mas as profecias dizem que a transformação depende das escolhas que cada ser neste planeta fizer.

Os católicos e protestantes esperam pelo dia do juízo final, pelo apocalipse, o anti-cristo e também aguardam a volta do seu messias.

O pessoal da Nova Era espera a chegada da Confederação Galáctica, resgates e auxílio do povo das Estrelas para transformar a Terra num planeta onde reina o amor, a paz, a solidariedade.

Os Espíritas acreditam na transformação lenta e gradual; Espíritos mais evoluídos estariam encarnando na Terra enquanto os “atrasadinhos” estariam construindo sua morada em outras “Terras” e assim se daria a transformação do nosso planeta que seria de expiação num planeta de regeneração.

Muitas são as previsões de uma data certa para o fim do mundo, passa-se o dia marcado e o Sol nasce como no dia anterior, então o que pensar sobre 21 de Dezembro de 2012?

Pense o mesmo sobre as outras datas, o Sol nascerá em 22 de Dezembro de 2012, assim como nasceu em 21 de Dezembro de 2012. O Universo não tem relógio, por isso, marcar uma data para “um fim”, é usar um relógio muito incerto que pode causar mais danos do que ajudar.

Não espere por 21 de Dezembro de 2012 para olhar para os sinais da transição, porque eles já estão visíveis para quem tenha olhos de ver. O dia 22 de Dezembro de 2012 chegará, mas em condições diferentes das do mundo que conhecemos.

Aproxima-se uma nova Era do Gelo. Antes de cada arrefecimento global, existe um período de aquecimento global.

Quando o pico solar do ciclo 24 em 2012 ou 2013 acabar, é esperado um ciclo com a mais baixa atividade solar desde que se tem medição e as minis eras de gelo estão sempre acompanhadas de baixa actividade solar MAS, antes disso, é possível e ESPERADO que uma furiosa e poderosa erupção solar (CME) atinja a Terra, a qual pode destruir toda a comunicação por satélites e danificar as redes eléctricas do mundo.

Tempestade Solar

Os governos dos EUA e do Reino Unido estão a levar a sério esta ameaça e estão a preparar-se para fazerem cortes de energia controlada para suas fontes de energia eléctrica nacional, em resposta a um aviso da probabilidade de uma forte tempestade solar atingir a Terra.

Numa entrevista no jornal "The Independent", Thomas Bogdan, director do "Space Weather Prediction Center", disse que controlar o poder das "interrupções", vai proteger as redes de electricidade nacional, contra danos que poderiam levar meses ou mesmo anos para serem reparados, se uma grande tempestade solar colidir com Terra sem que se tomem precauções.

Algumas horas sem energia, criam uma série de transtornos: as horas causam acidentes; os dias, causariam catástrofes. Mas, além dos problemas urbanos, não podemos esquecer-nos das centrais nucleares, que dependem da rede eléctrica para refrigerarem os reactores atómicos (que foi o que aconteceu em Fukushima, ou melhor, o que ainda está a acontecer, porque há fortes evidências de que uma nova explosão aconteceu no dia 14 de Junho), e que pode acontecer no mundo inteiro. Seriam centenas de bombas atómicas a explodirem pela Terra.

No Havaí neva em pleno verão! Não é algo inédito, mas não acontecia desde há 30 anos.

Tempestades, furacões, tornados, enchentes e vulcões. Até parece que está a ficar moda toda a confusão que os vulcões estão a causar no mundo! Calculem quando a reacção em cadeia começar a acontecer... outra coisa mais que colaboraria para uma nova Era Glacial.

Rachaduras e Sinkholes

E a Terra está a rachar-se a pouco e pouco...

Crateras

Uma cratera de 50 metros de comprimento e quatro metros de profundidade  abriu-se numa ilha do Báltico e os geólogos também não sabem explicar o que aconteceu.

Em Nova Iorque, uma área de 82 hectares de terra, ao lado de uma montanha, está em movimento. “É o maior deslizamento de terras na história do Estado, que está a causar fissuras e a condenar muitas casas no local. Cientistas de todo o país estão a concentrarem-se ali para estudarem o fenómeno que ainda ninguém sabe explicar. Os cientistas dizem que não têm ideia de quando a Mountain Porter Little vai parar de se mexer ou quantos bairros serão varridos antes do desastre terminar."

Em Quebec, no Canadá, apareceram cerca de 40 buracos com um diâmetro entre 5 e 8 metros, inexplicáveis para os especialistas. (Vídeo abaixo)

Buraco na Guatemala

Estes buracos de dimensões aterradoras, são conhecidos como Sinkhole. Até hoje, a comunidade científica ainda não conseguiu encontrar uma explicação plausível para estes fenómenos que estão a acontecer por toda a parte.

As desculpas são sempre as mesmas: chuvas intensas e redes de esgotos rotos que provocam erosão, mas, na minha humilde opinião, a Terra está a ceder ao movimento da crosta terrestre. Até quando e em que proporções?!

É interessante lembrarmo-nos também dos bueiros que, também sem explicação plausível, têm explodido no Rio de Janeiro

Liquefação:

"A liquefacção do solo descreve o comportamento dos solos que, quando carregados, repentinamente, sofrem a transição de estado sólido para estado líquido, ou então, ficam com a consistência de um líquido espesso".

O terremoto no Japão provocou a liquefacção – a água do lençol freático foi forçada a sair do chão! Não foram canos rotos! Este é o fenómeno chamado liquefacção, que acontece quando o lençol freático se mistura com o material de agitação, e neste caso, a liquefacção acontece, sendo forçada através de fendas no solo.
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ODTu3cZ2AVs

O mesmo aconteceu no terremoto de Christchurch - e o vídeo exibe uma animação de como o fenómeno acontece
http://www.youtube.com/watch?v=j-hyOwsl_NY&feature=player_embedded

 

O filme 2012 foi uma decepção em termos de informação, mas "quem procura, sempre encontra", mas lembrei-me de uma cena de que aqui transcrevo este texto:

...Não nos apercebemos da liquefação do solo que tínhamos previsto nem da propagação de fracturas nas placas tectónicas, a actividade sísmica no oeste não está a ser causada por terramotos normais e essas rachas não têm nada a ver com o movimento das falhas...

...a crosta terrestre desestabilizou-se... é preciso começar a evacuação...

...Segundo as últimas informações sobre as medições de Yellowstone, a temperatura da crosta subterrânea, ou seja, o cimento que segura nossa massa de terra, está aumentando rapidamente, mais rápido do que prevíamos, por causa disso, observamos uma rápida instabilidade polar, os campos magnéticos diminuiram em mais de 80% nas últimas 48 horas...

...Eles perguntam quanto tempo resta e ele responde: talvez 3 dias, se tiverem sorte...

...36 horas sem actividade sísmica no sul da Califórnia, o que é muito raro...

Bom, cientistas que estudam e monitoram o supervulcão Yellowstone que tem uma caldeira com mais de 60 km de diâmetro observaram que o vulcão deu uma respirada maior que o habitual e uma grande área do parque se elevou mais de 25 cm de altura numa velocidade surpreendente e vários lugares agora tem imensas rachaduras profundas que foram abertas por isso, inclusive na caldeira, com perda de magma por kilómetros terra dentro. Os cientistas disseram que é um caso extraordinário de pressão vulcânica jamais visto e que não sabem se estamos lidando com uma pré-erupção.

O físico Michio Kaku disse quue há problemas fervilhando no subsolo e não é brincadeira e que não há maneira de determinar precisamente quando a explosão vai ocorrer, mas o inchaço indica que existe atividade subterrânea.

No dia 22 de dezembro de 2012, o Sol nascerá num mundo diferente do que conhecemos hoje, mas isso de modo algum significa que os acontecimentos se darão em apenas um dia, como num passe de mágica no dia 21. Já está acontecendo! E nós estamos acompanhando todo o processo que se estende “lentamente” e a cada dia nos fortalecendo espiritualmente para encarar com coragem essa difícil transição.

 

http://3.bp.blogspot.com/-t3qCYV9M9gU/TgI-CCk43bI/AAAAAAAABgg/5Vm4kdEUeNk/s1600/sol.jpg
Categoria: Ciência Atual

Temos 89 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9964209