Artigos por Autor/Categoria

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

 Uma Nova Evolução

Tradução feita por Cláudio Azevedo

Legendas do filme 2 (parte 1)...
Legendas do filme 2 (parte 2)...
Os Debatedores do filme...

PARTE 3

Continuação...

Joe Dispenza...

Pegaram animais de laboratório e conectaram eletrodos em certas partes de seus cérebros que produzem neuropeptídeos. E esses neuropeptídeos são substâncias químicas tão fortes que, segundo o treino que deram ao animal do laboratório, para que pressionasse uma alavanca para obter a liberação dessa substância, a liberação desse neuropeptídeo, fez a liberação desse neuropeptídeo ser mais importante que a fome, mais que o sexo, mais que a sede, mais que o sono. Na realidade, chegou ao ponto do esgotamento físico e colapso, antes de cuidar fisicamente de si. E isso é o que o estresse faz com o nosso corpo. Nos envolvemos com tantos vícios e estresses em nossas vidas que não conseguimos deixar nosso trabalho, mesmo que não nos sirva. Não conseguimos deixar nossa relação mesmo que não nos sirva. Não conseguimos fazer escolhas, porque o estímulo e as respostas produzem substâncias químicas que obscurecem nossas escolhas. Não somos diferentes do cão que não tem capacidade de escolher, devido ao seu menor lobo frontal.

Ramtha...

Então, como pode alguém dizer que está apaixonado por uma pessoa específica, por exemplo? Está apaixonado, somente, pela antecipação das emoções pelas quais está viciado. Pois, a mesma pessoa pode não ser mais querida na semana seguinte, por não corresponder mais às expectativas prévias.


- Jesus!
- Amanda!

- Como eles não conseguem ver? Demônios?
- Não. Não. Não.
- Ela disse a frase cômica errada.
- É uma piada de fotógrafos.
- Continuem com seus...
- Música!
- Você está bem
- Bem, eu... Vi o noivo transando com uma garota!
- Quando?
- Agora!
- Eu estava com o noivo...
- Ei! Eu ser ler lábios!
- Perdão.
- Eu estava com o noivo agorinha mesmo. Sim. Ele ama a Paulette.
- Onde?
- Poloneses... Todos se parecem de smoking
 

Joe Dispenza...

Todos somos aventureiros, secretamente. Todos se encantam com uma aventura. Só temos que dar esse primeiro passo. E uma vez que tenhamos o momento de percepção, esse momento de percepção transmite freqüência. Transmite uma mensagem. As células do corpo se animam com a possibilidade. Se animam com os potenciais desconhecidos. Se animam com uma futura história ou uma futura oportunidade que pode estar um pouco mais adiante na toca do coelho. E se nos permitirmos experimentar a dúvida, o misticismo e a possibilidade, ao sair da toca do coelho, seremos uma pessoa diferente. Voltaremos ao nosso mundo e, devido a termos processado essa informação, que tenhamos deixado pegadas na mente e no cérebro, nossa percepção de mundo jamais será a mesma.

Ramtha...

Como se pode dizer que temos vivido plenamente todos os dias se experimentamos as mesmas emoções a que estamos viciados todos os dias? Um Mestre é um indivíduo muito diferente.

- Outra dose?
 

Ramtha...

É alguém que vê o dia como uma oportunidade no tempo para criar avenidas de realidade e emoções que ainda não tenham nascido, de tal modo que o dia se converta numa fecundação de infinitas manhãs.

- Aos noivos!
- Aos noivos!

- E aí, rapazes?
- E aí, cara?
- Ola!
- Que querem?
- Umas gatas.
- Daquelas fáceis!
- Sim, amigo!

 

Candace Pert...

Sim, é uma rede psicossomática. E sim, alguns de nós, sobretudo os rapazes adolescentes, estão sob o controle de centros... mais baixos.

- Mais doses. Mais doses.
 

Candace Pert...

É o olho que está no controle das moléculas de emoção. Está mais... não quero dizer, a mercê dele... porém esses movimentos rápidos do olho que nos ajudam a decidir onde focar, acalmam o cérebro médio e podem fabricar, nesse local, receptores opiáceos e receptores para muitos outros peptídeos.

PROCURA: MULHERES FÁCEIS!
MULHERES FÁCEIS - BEM FÁCIL!
 

Candace Pert...

A busca que fazem está relacionada a achar um determinado estado emocional.

VACA - BEM FÁCIL!
VACA
FALHA TOTAL NO SISTEMA!

- Oh. Céus.
- Ela não se apaixonaria por mim. Não.
- Oh! mamma!
- Que raios estão esperando? Vamos logo, seus maricas!
- Caramba! Eu não acredito
- Quem são vocês?
- Vamos. Vamos.
- Saiam do caminho. Fora.
- Olá gatinha!
- Vamos!
- Eu sei que você quer!
- Ah! não me olhe desse jeito.

 

Ramtha...

E quanto às pessoas viciadas em sexo?

Alan Wolf ...

Na realidade, o sexo é uma invenção que nos permite ver o futuro. Pensem nisso por um instante.

- Olá garotão!
- Ah! Minha mãezinha!
- Isso é um foguete em seu bolso ou está apenas feliz em me ver?

(Canção) "As luzes estão acesas, mas você não está, sua mente, não lhe pertence, seu coração transpira, seu corpo treme, o seu beijo, é o que mais quer, você
não consegue dormir, nem comer, não há dúvida, você está no fundo, sua garganta está apertada, você não consegue respirar, mais um beijo, é tudo o que você
precisa. Oh... você gosta de pensar que é imune a esta coisa... ah!... sim... É mais verdadeiro você dizer que não se satisfaz... você sabe que vai ter de
encarar... que você está viciado no amor!"

- Quero ouvir música popular, ok?
- Não vou tocar!
- Não será um casamento polonês se não tiver uma polka!
- Não! Solte isso!
- Tire as suas... mãos.
- Não pode ter um casamento polonês
sem polka!
- Tire suas... mãos de meu equipamento!
- Como eu disse antes, não é um casamento polonês, se não tiver polka!

 

Candace Pert...

Nossa mente literalmente cria nosso corpo.

Joe Dispenza...

Porém tudo começa na célula. E quem dá as ordens às células? As ordens vêm da rede neuronal em nosso cérebro que se baseia nas experiências e nas informações que temos armazenadas. Que se baseia nas experiências e nas informações que temos armazenadas. Usamos uma determinada caixa de soluções para nossa vida que faz com que a química se produza. Assim, para mudar a química literalmente, teríamos que mudar a rede neuronal e isso significa que deveríamos mudar nossa identidade que significa que deveríamos mudar nossa atitude ou mudar a maneira com que interagimos com tudo a nossa volta. E cada vez que seguimos sendo a mesma pessoa e seguimos experimentando as mesmas atitudes, a única coisa que estamos fazendo é reafirmarmos a nós mesmos como nossa identidade.

Candace Pert...

Uma vez fiz um trabalho em uma prisão feminina todas elas eram viciadas em heroína. E ao ensinar-lhes que tinham receptores para a heroína e que quanto mais
heroína consumiam sua capacidade para fabricar suas próprias endorfinas endógenas sua própria heroína interna, basicamente começava a diminuir e os receptores começam a ser menos sensíveis ou, até mesmo, haverão menos deles. Assim que essas verdadeiras mudanças ocorrem, logo a nova informação faz com que se formem menos células cerebrais de maneira que nos transformamos em todas aqueles vícios. Permanecemos atolados nos velhos padrões.

Daniel Monti...

A vida mental da pessoa começa a ser dominada pela dor de tal modo que tudo o que se percebe, fica colorido pela dor. E, às vezes, cada forma de reação e tudo o que se faz se relaciona sempre com a sua dor.

Candace Pert...

Uma das coisas acerca dos receptores é que mudam a sua sensibilidade. Se um determinado receptor de uma é bombardeado durante um longo tempo e com grande intensidade literalmente se encolherá. Existirão menos deles ou perderão a sensibilidade ou ficarão desregulados. Então, a mesma quantidade de droga, ou peptídeo interno produzirá uma resposta muito menor.

Joe Dispenza...

Se estamos bombardeando a célula com a mesma atitude e a mesma química repetidamente, diariamente, quando essa célula finalmente decidir se dividir, quando produzir uma célula irmã ou uma célula filha, essa célula terá mais receptores para esses neuropeptídeos emocionais em particular e menos receptores para vitaminas, minerais nutrientes, troca de fluidos ou até para a liberação de impurezas ou toxinas. O envelhecimento é o resultado de uma produção inadequada de proteínas. Que acontece quando envelhecemos? Nossa pele perde a elasticidade. Bem, a elastina é uma proteína. Que acontece com nossas enzimas? Não digerimos adequadamente. E o que acontece ao nosso líquido sinovial? São proteínas que se tornam frágeis e rígidas. Que acontece com os nossos ossos? Tornam -se menos densos. O envelhecimento é o resultado de uma produção inadequada de proteínas. Surge então a pergunta: Realmente importa o que comemos? A nutrição tem, realmente, um efeito se a célula nem sequer tem receptores depois de 20 anos de abuso emocional para receber, ou absorver os nutrientes necessários para sua saúde?

Ramtha...

Se conhecermos os pensamentos de uma pessoa a conheceremos melhor pois seus vícios são contínuos, durante mais de 24 horas. É no contínuo das emoções que aparecem em seu corpo que conheceremos seus pensamentos.

- Eu te odeio!
 

Ramtha...

Nunca jamais reencarnamos com as pessoas "que queremos muito". Sempre reencarnamos nas situações pelas quais odiamos.

- Eu te odeio!
- Idiota!
- Você me dá nojo!
- Olha para você, você é horrível!
- Não vale nada!
- Está envelhecendo!
- Eu te odeio!
- Faz você pensar, não é?
- Se os pensamentos podem fazer isso com a água imagine o que os nossos pensamentos podem fazer conosco.

 

Ramtha...

Ninguém nunca apareceu para te dar suficiente conhecimento inteligente sobre seu lindo Ser. Como trabalhas de dentro para fora. Por que você tem vícios? Porque não tem nada que seja melhor. Nunca sonhou com nada melhor porque nunca te ensinaram a sonhar com algo melhor.

Candace Pert...

Hoje existem dados que dizem que quando a gente é viciado por cocaína, heroína nicotina, álcool... todos eles parecem compartilhar a propriedade de bloquear o crescimento de novas células cerebrais. E, sem dúvida, tudo isso pode mudar quando se interrompe o consumo da droga.

Ah! Raios.
 

William Tiller...

Se não consegue ver os truques, deve superar os obstáculos até vê-los. Porque se não os vir... É a tua máquina de ensino. É a única maneira de poderes entender algo novo. Então... o Universo traz essas coisas à tua porta e terá um ensinamento nelas para ti, se estiveres disposto a refletir sobre elas e a pensar mais além do rígido modo de pensar.

- Posso...?
- Sim.
- Me empresta a pasta de dentes?
- Obrigada!

Joe Dispenza...

Quando falo sobre desaparecermos, não quero dizer desaparecer fisicamente. Me refiro a saírmos da área do cérebro que tem a ver com a nossa personalidade, que tem a ver com nossa associação com as pessoas, nossa associação com lugares, nossa associação com coisas. Não existimos nos centros associativos do nosso cérebro que reafirmam nossa identidade, reafirmam nossa personalidade.

Lynne Mctaggart...

Agora, a ciência dá respaldo ao que dizem nossos pensamenos e como debilitam nossos corpos. Muitos cientistas que estudam isto através da cinesiologia da conduta, e de outras maneiras demonstram que os pensamentos debilitam o corpo. E os pensamentos praticamente criam a sua realidade. Criam o que vais pensar sobre ti mesmo. Se você é gordo, mas crê que é maravilhoso, você será maravilhoso. Porém muitas mulheres... se comparam o tempo todo, com imagens impossíveis, desde a Barbie até a modelos e, então, pensam que valem pelo aspecto que têm e pelo que os outros percebem dela. Nos comparamos sempre com normas impossíveis.

Ramtha...

O que é relativo a seu próprio vício emocional são os filmes, os dramas, as notícias e todos os meios de comunicação que fazem tudo tão lindo hoje em dia, ao trazer, para nós, experiências sem termos que estar lá. E, sem dúvida... e, sem dúvida isso não define a grandeza humana.

Joe Dispenza...

Estão tão hipnotizados por seu meio ambiente através da imprensa através da televisão por pessoas que vivem e ditam ideais e parâmetros que todos lutam para
imitar, mas que ninguém consegue alcançar em termos de aparência física, definições de beleza, valor, são tudo ilusões. As pessoas se rendem para essas ilusões e vivem sua vida na mediocridade. Vivendo essa ilusão suas almas podem nunca subir à superfície para que possam, talvez, ser outra coisa, mudar. Mas se a alma vier à tona e se perguntar se existe algo além disso, ou por que estamos aqui, qual é o propósito da vida, para onde iremos, o que acontece quando morremos, se começarem a fazer tais perguntas podem começar a flertar e interagir com a percepção de que estão tendo um colapso nervoso. Mas na verdade o que está acontecendo é que seus velhos conceitos, de como vêm sua vida e o mundo, estão começando a desmoronar.

Miceal Ledwith...

É por isso que muitas poucas pessoas fazem essa travessia porque é profundamente perturbadora. Todos os modelos que haviam marcado nossa vida, devem romper-se e devemos, assim, nos liberar. Às vezes, há um período estranho entre o conforto do que conhecíamos antes e o verdadeiro estado de conforto quando somos donos de nosso ser, que segue a esse intervalo de caos. A maioria, quando entra no caos, renuncia à esperança e volta a viver nas falsas seguranças. Chegam a viver uma vida razoável e chegam a morrer com uma certa paz, porém não avançaram espiritualmente nesse experimento que chamamos de vida.

Joe Dispenza...

Entramos em um território completamente novo do cérebro e, por isso mesmo, como estamos em um novo território, literalmente começamos a reconectar o cérebro a um novo conceito. E, em última instância, isso nos transforma de dentro para fora. Se eu mudar de idéias mudarei minhas escolhas? Se mudar minhas escolhas minha vida irá mudar? Por que não consigo mudar os meus vícios? Porque não quero perder as coisas às quais estou quimicamente ligado, as pessoas, lugares, eventos com os quais tenho ligação química e porque não consigo experimentar a retirada química dessa perda. Daí vem o drama humano.

Ramtha...

Esta vida é apenas uma página de um livro enorme em que sempre seremos quem somos. Para sempre, com o tormento inerente à ambiciosa busca, uma busca que nos leva do monótono tédio do próprio reflexo, do ódio de si mesmo, à própria criação de novos sonhos. Somos deuses ambiciosos. Esse é o único planeta na Via Láctea em que seus habitantes estão impregnados e enormemente subjugados pela religião. Sabem por que? É porque as pessoas estabeleceram o que é certo e o que é errado.

Miceal Ledwith...

Não existe nem bem nem mal! Significa que eu estou livre para tudo? Absolutamente não. O problema que tenho com o bem e o mal, e essas categorias não é que queira estar livre para tudo, porém o conceito de bem e de mal nos deixa suficientemente distantes.

Ramtha...

Nunca pecaram. Nunca fizeram mal... Fizeram mal, sim. Confrontos imorais com a sociedade. Porém essa sua adversidade... É por isso que estão aqui. Para
enganar-se. Para aprender. Para buscar. E usar a sabedoria disso para criar sonhos cada vez maiores.

Miceal Ledwith...

Não tem ninguém levando um registro lá para cima. Os registros estão aqui (dentro de nós mesmos) e temos que lidar com eles. Isso é muito mais doloroso que um Deus que leva um registro para o céu. Assim, qualquer um que empreenda o caminho do conhecimento será absolutamente impecável em tudo o que fizer. Será por medo da condenação? Não. O castigo de Deus? Porque pecou e não teve perdão? Não, não, não. Estas são somente desculpas que nos afastam do problema real. A pessoa realmente iluminada verá que cada ação tem uma reação com a qual deve lidar. E se for prudente. Não haverá coisas que me obriguem a ter que enfrentá-las e resolvê-las e equilibrá-las, então, em minha alma. Esse é o verdadeiro critério.

Andrew B. Newberg...

Esse Deus, ou nível fundamental de realidade, segundo o que nos descrevem teoricamente, deveria estar em todos os lugares. É Algo... Como se manifestaria exatamente, ou como Deus se manifestaria no mundo... é um tema mais complicado. Porém creio que, sem dúvida, de uma perspectiva religiosa mais tradicional nós temos expulsado de Deus a pessoa.

Miceal Ledwith...

Tem uma grande mudança de Deus lá em cima ou ali fora, ou aqui dentro... onde seja... Deus está dentro. E isso é uma melhora, porém não queremos ter a idéia de que Deus pode estar dentro e separado, que é o que a maioria das pessoas pensam. Crer que Deus está dentro como num desses filmes de Alien, em que um Ser sai de dentro do meu peito. Deus não está dentro nesse sentido estúpido. O que isso sigifica é que vivemos em Deus, Nele nos movemos e temos nosso Ser. Que nós mesmos, na realidade, somos divinos.

Alan Wolf ...

Qual a relação entre o meu Deus e o seu Deus? Não há nenhuma relação porque é um só Deus. Está em nós dois.

Ramtha...

Toda as pessoas são divinas. Não é irônico? Que todos digam que esta é a voz do diabo? Que é uma heresia? Se isso é heresia então o que se promete a todos é
uma conexão inseparável com Deus.

Joe Dispenza...

O conhecimento permite que o cérebro comece a se conectar. E começamos a ver o que sempre existiu. Pelo motivo de vivermos nesses programas automáticos, rotineiros, não podemos ver que estamos processando a mente familiar. Apreender conhecimento significa que estamos aprendendo coisas novas. E aprender coisas novas significa que estamos juntando informação e criando agora o sistemas de circuitos para começar a desenvolver a sensibilidade, para começar a ver coisas pela primeira vez. Há um enorme potencial para mudar condutas e padrões característicos em que caímos.

Daniel Monti...

De fato, se escutaste e recordas alguma coisa que lhe disse, tua fisiologia está diferente do que era antes disso. Isso é algo que Eric Kandel, o ganhador do prêmio Nobel de Medicina e Ciência do ano de 2000, disse muito eloqüentemente em uma conferência. Basicamente, que a memória tem sido codificada e tua estrutura genética tem mudado. Enquanto antigamente falávamos do sistema nervoso como esta coisa muito rígida que não tinha muita capacidade para mudança, agora sabemos que em muitos níveis, isso não é verdade. Na realidade, existe uma incrível quantidade de plasticidade, que, basicamente, significa uma capacidade de mudança dentro do sistema nervoso.

John Hagelin...

E se olharmos para a estrutura do cérebro humano. detidamente, veremos que está desenhada especificamente. Está criada cuidadosamente para experimentar o campo unificado. Para experimentar a unidade da vida.

Lynne Mctaggart...

Todos estamos conectados. Creio que o mais fundamental é que todos estamos conectados por um campo de energia. Nadamos basicamente em um mar de luz, que é o campo de ponto zero. E te digo que antes de tudo, deves apartar-te de toda a idéia de separação porque a separação é o maior problema do mundo agora.

Dean Radin...

Pegue essa noção de um Universo inter-relacionado e a aplique à experiência humana, porque a experiência humana é parte do Universo também. Você pode dizer: "supondo que a experiência está inter-conectada, como se manifestaria então?" Podemos começar a examinar maneiras de como ela poderia manifestar-se. Se há uma conexão com outra mente: chamamos telepatia. Se há conexão com outro objeto em outro lugar: chamamos clarividência. Se há uma conexão que transcende o tempo: chamamos pré-cognição. Se há uma conexão em que a minha intenção se expressa no mundo: poderíamos chamar psicocinese. Assim, pode-se examinar uma lista de uns doze tipos de experiência psíquica que têm sido qualificados através dos anos, como a telepatia. Porém, isso é somente a ponta do iceberg.

Stuart Hameroff...

Pessoas me perguntam por que me interesso tanto pela escala de Planck, a absolutamente menor em termos de espiritualidade, porque obviamente a espiritualidade está aqui fora. Está em todos os lados. E a resposta é que, se a escala de Planck é o mais diminuto também estará em todos os lados. Aonde quer que vás, aí estará. E como é holográfica, se repete em diferentes escalas como fractais do Universo.

Alan Wolf ...

Diria que o que a física quântica foi para o século XX, aquela nova ponte entra a ciência e a espiritualidade, essa o será para o século XXI.

William Tiller...

Todos estamos criando o futuro. Todos estamos criando o que está fora de nós. Ninguém de nós é inocente nesse aspecto. Se tem aqui algo que não gostamos não podemos lhe dar as costas, na realidade, porque somos seus co-criadores de uma ou outra maneira. E devemos fazer as coisas corretamente para conseguir o futuro que seja melhor para todos nós.

Ramtha...

Temos falado até agora sobre a liberdade de nossa vida pessoal e da física quântica que estamos nos liberando e liberando. Sim, suponho que existam. Mas, depois que tivermos conseguido que acontece? Que se segue? Quando fazemos a mudança do "si" para o "uno"? Quando nos tornamos a mente subconsciente? Quando nos tornamos o conhecimento do Ser transpessoal único?

Alan Wolf ...

Quando se compreende qual é a verdadeira natureza não há nenhuma pergunta e já não há nenhuma resposta. De pronto se entende tudo. Agora se volta da Toca do Coelho e se começa a atuar neste mundo de ilusão, de assombro e magia com o entendimento de que nunca se morrerá e que nunca se nasceu.

Amit Goswami...

Escolhe-se conscientemente entre estes acontecimentos possíveis, interfere-se no verdadeiro acontecimento da experiência. E assim, pela primeira vez, a ciência encontra o livre-arbítrio. A consciência é nada, porque não se tem uma descrição matemática do sujeito somente os objetos podem ser descritos e só até o ponto em que são possibilidades. A pergunta que persiste sendo primordial é quem é que escolhe?

Ramtha...

Todas as realidades existem simultaneamente? Existe a possibilidade de que todos as possibilidades existam lado a lado?

 

Dr. Quantum

visita À PLANOLÂNDIA


 

Bem-vindos à Planolândia... um mundo com só duas dimensões. Somente para adiante e para trás, esquerda e direita. Neste mundo, não tem nem acima nem abaixo.


- E ele disse a Ray: "Onde está Dotty?".
- Eu digo: "Está em linha".
- De onde vem isso?
- Que raios é essa coisa?
 

Neste mundo, os seres bidimensionais que vivem aqui não têm nenhum conceito acerca de objetos tridimensionais. Estes "planos" bidimensionais não têm nenhuma compreensão dos cubos, das esferas, dos tetaedros, ou de seu servidor. De sua perspectiva bidimensional meu dedo tridimensional se vê como algo assim...

- Ah! Céus!
- Que raios é isso?
- Você viu isso?
- Corre!
 

Olá, Circulozinho... Medo do desconhecido... ou deveria dizer do não conhecido? É um enigma. Se só vemos o que conhecemos... como poderemos ver, alguma vez, algo novo, o desconhecido? Como sairemos de nossa caixa?

- Olá, Circulozinho. Não tenha medo.
- Quem disse isso? Onde você está?
- Esta sempre é a parte difícil de se explicar. Estou em outra dimensão, em outro espaço. Estou acima de ti.
- Não, nunca use essa palavra.
- Que palavra?
- A palavra "A..".
- Acima?
- Está proibida.
- Que acha que isso significa?
- Não sei nem quero saber.
- Podem te castigar severamente se usar essa palavra.
- Você é um fantasma?
- Espero que não.
- Mas tenho uma perspectiva diferente da sua.
- Posso ver as coisas de uma maneira que você não pode ver.
- Ah, sim? Como o que?
- Pois... bem. Você tem um cofre escondido em seu armário. E dentro dele, você tem doze moedas, um testamento e um passaporte.
- Como você sabe disso? Quem é você? Você é um deus?
- Não mais que você. Veja. Como estou acima de você, na terceira dimensão, posso ver dentro das coisas de seu mundo.
- Terceira dimensão? Você é um fantasma maluco... Só existem duas. Veja.
- Então, se tocar o interior de seu estômago...
- Como faria isso? Somente se você me cortar a pele, do contrário é impossível.
- Pare! Pare!
- Está pronto para mais?
- Mais o que?
- Dimensões... direções.
- Não, sim, mas... Mas não existe nenhuma... Mas? O que acontecerá comigo? Em que me transformarei?
- Você tem que se converter nele para saber.
- Está bem.
- Excelente.

- Nunca soube.

- Não é curioso? Aquilo que mais tememos é o que mais nos entusiasma.
 

Categoria: Ciência Atual