Artigos por Autor/Categoria

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Do original em http://www.noolhar.com/opovo/fortaleza/351730.html



Seminário Educação para a Sustentabilidade traz a Fortaleza o físico austríaco Fritjof Capra. O cientista, ambientalista, educador e ativista 

Fritjof Capra

Fritjof Capra diz que o governo brasileiro tem gerado entusiasmo entre os ambientalistas: “disseminação de um novo paradigma” (Foto: André Goldman)

O físico austríaco Fritjof Capra proferiu dia 30/03/04, em Fortaleza, a palestra ''Alfabetização ecológica, projetos ecológicos e gestão ecológica''. A apresentação fez parte do seminário Educação para a Sustentabilidade, realizado pelo Instituto Terrazul, que discutiu a teoria da Alfabetização Ecológica, de Capra. Essa teoria pressupõe a interação e a interdependência dos sistemas entre si e suas partes.

Cientista, ambientalista, educador e ativista, Fritjof Capra ganhou notoriedade na década de 70 por estabelecer diálogo entre a física quântica e a mística oriental, no livro O Tao da Física. Capra é diretor fundador do Centro de Ecoalfabetização, em Berkeley, na Califórnia, uma instituição que forma profissionais para ensinar ecologia nas escolas.

Sua obra mais recente, As Conexões Ocultas: Ciência para uma Vida Sustentável, lançada no Brasil em 2002 pela editora Cultrix-Pensamento, explora cenários de um futuro sustentável para a humanidade. No livro, o autor desenvolve uma compreensão sistêmica e unificada que integra as dimensões biológicas, cognitivas e sociais da vida e demonstra claramente que a vida é interligada por redes complexas.

Na manhã de ontem, Capra concedeu entrevista coletiva na Casa Socialista, acompanhado pela representante do instituto Ecoar, Miriam Dualibi. O instituto é uma ONG que mantém estreita ligação com o Centro de Ecoalfabetização e desenvolve projetos ligados à educação para a sustentabilidade. Na coletiva, traduzida por Dualibi, Capra falou sobre educação ecológica, valores e questões polêmicas como a dos transgênicos e da biotecnologia. Capra disse que o governo brasileiro tem sido motivo de entusiasmo entre os ativistas, por ter mostrado valorizar a dignidade humana e a sustentabilidade socioambiental. Após a entrevista, Capra almoçou com o professor Harbans Lal Arora (Coordenador Geral da UNIPAZ), sua esposa Ved Arora, sua filha Subashine Arora, Augusto Pontes (diretor da UNIPAZ), Cláudio Roberto Freire de Azevedo e sua esposa Juliana Araújo de Menezes.

CIENTISTA E ATIVISTA

Fui influenciado pelos movimentos sociais dos anos sessenta. Sou austríaco, graduei-me em Viena e meu primeiro emprego foi em Paris, como físico. Na França, a universidade é tradicionalmente de esquerda e os físicos são ainda mais de esquerda. Tive uma educação bastante marxista, na França, nesta época. Todo este movimento culminou no famoso Maio de 1968. Ao mesmo tempo comecei a ficar interessado pela espiritualidade, especialmente pelas religiões orientais. O primeiro livro, O Tao da Física, é sobre filosofias orientais, mas nos outros livros passei a ser mais e mais ativista.

Fritjof Capra em Fortaleza com a Diretoria da UNIPAZ - Ceará

PEDAGOGIA E ECOLOGIA

Não há só um caminho para se ter uma educação ecologicamente sustentável. É preciso que essa educação esteja em todos os níveis da escola formal, do primário até a universidade, e também nas capacitações profissionais. A pedagogia desenvolvida no Centro da Califórnia não pode simplesmente ser copiada e aplicada no Brasil. O conhecimento ecológico, este é universal e pode ser aplicado. Mas a pedagogia, ela tem que estar relacionada com as tradições e as especificidades de cada local. O que se chama de educação para uma vida sustentável não pode ser copiada, mas pode ser recriada em um país como o Brasil. A melhor maneira de se ter uma educação eficiente é concentrar-se nos princípios básicos da ecologia e se adequar às especificidades locais e culturais de cada região.

ECOLOGIA E ESCOLA PÚBLICA

Trabalho com escolas muito pobres na Califórnia, mas a pobreza de lá não é como a do Brasil. Essas escolas ficam em vilas onde não há prefeito, nem bombeiros, nem polícia e que são centros de distribuição de drogas e onde estão várias gangues. Essa pedagogia está se saindo muito bem nessas escolas, que se transformaram no único local seguro da comunidade, onde os jovens podem ir, porque além de seguro é bonito e tem boa comida.

CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA

No nível mais profundo, a consciência ecológica é uma consciência espiritual, porque ela leva a uma reflexão sobre o papel dos humanos no mundo. As novas tecnologias concebidas ecologicamente são descentralizadoras, criam muitos empregos e não poluem. Ao mesmo tempo, elas aumentam muito a produtividade porque conservam e dão um melhor uso aos recursos naturais. Quando estas tecnologias ecologicamente desenhadas são utilizadas, deixa-se de gastar uma quantia muito grande em recursos financeiros que podem ser aplicados em projetos sociais. Eu penso que essa é a única maneira de os países do hemisfério sul realmente fazerem programas sociais. Por isso a ecologia é a conexão entre a justiça social e a dignidade humana, de um lado, e o ponto de vista espiritual pelo outro lado.

BRASIL

No mundo inteiro, os ativistas estão entusiasmados com o Brasil. Acham que o Brasil tem um papel único na disseminação de um novo paradigma. Existem duas razões para isso. A primeira foi o fato de o Rio Grande do Sul ter sediado o Fórum Social Mundial, que é uma excelente ocasião para as ONGs se reunirem e trabalharem juntas. A segunda razão é que no Brasil existem relações estreitas entre sociedade civil e o governo. Os principais valores da sociedade civil e das ONGs, que são a dignidade humana e a sustentabilidade socioambiental, também são os principais valores do governo Lula. Há outros países que têm esses valores em seus governos, mas são países muito pequenos, como a Islândia, por exemplo.

BIOTECNOLOGIA

A biotecnologia pode se um grande avanço, mas não concordo com a desonestidade em relação ao assunto. Claro que se tiver alguém da minha família com uma doença grave e se as empresas disserem que daqui a cinco anos nós vamos ter a cura para estas doenças, vou ficar feliz. Mas isso não é verdade, porque são processos muito mais longos. Quero que essas empresas digam que estão pesquisando e isso pode acontecer em dez anos ou vinte. Mas que façam as informações de forma honesta e não manipulem as informações só para conseguir vantagens no mercado de ações nas bolsas de valores.

TRANSGÊNICOS

Acho que os transgênicos podem ter um papel importante para o futuro. Mas a questão agora não é a discutir isso, mas discutir a motivação das empresas de biotecnologia, que é uma motivação puramente econômica. Há uma barreira muito grande com as informações. Não se sabe direito o que ocorre. Sabe-se que há uma propaganda muito grande. Existem vários cientistas que estão recebendo subsídios dessas companhias. Estão a serviço dessas companhias. Então, enquanto não se resolve isso, fica difícil ser a favor dos transgênicos.

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Fritjof Capra em FortalezaEu penso que hoje existem três centros de poder, que são as empresas, o governo e a sociedade civil. Nós precisamos de uma estreita colaboração entre os três centros para podermos caminhar rumo à sustentabilidade. Os três setores têm papel importante. O governo é que dá o arcabouço legal. A sociedade civil promove os valores e a mudança de percepção. As empresas podem providenciar técnicas, conexões e mudanças. Eu penso que, no Brasil, a colaboração entre a sociedade civil e o governo é excelente. Mas a colaboração entre a sociedade civil e as empresas ainda não está tão boa. Por exemplo, um programa como o Fome Zero é muito complexo e de viabilidades de gestão muito grande. Acho que tanto o governo e a sociedade civil podiam neste caso aproveitar muito do conhecimento das habilidades das empresas. Há companhias no Brasil hoje com valores corretos, como a Natura. Este tipo de empresa que o governo e a sociedade civil precisam colaborar.

 

FRITJOF CAPRA

ECOAR
HAZEL HENDERSON
ANDRE TRIGUEIRO
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Categoria: Paz e Ecologia

Temos 38 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9742373