Artigos por Autor/Categoria

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

 

SUMÁRIO

-- QUATRO PREPARAÇÕES --


1. Assuma atitudes corretas diante da vida.

Pare de fugir e viver superficialmente, pois isto só lhe trará desarmonia em sua vida. Encare a vida de frente e mergulhe para além da superfície para descobrir suas verdades e realidades. Resolva os problemas que a vida lhe apresenta e você descobrirá que solucioná-los contribuirá para seu crescimento interior. Ajudar a resolver problemas coletivos também contribui para o crescimento e estes jamais devem ser evitados.

2. Viva boas crenças.

As leis que governam a conduta humana se aplicam tão inexoravelmente como a lei da gravidade. Obediência a essas leis nos conduz à harmonia; desobediência leva-nos à desarmonia. Uma vez que muitas dessas leis são do domínio do senso comum, você pode começar praticando todas as coisas boas em que você acredita. Nenhuma vida pode atingir a harmonia a menos que crença e prática estejam, igualmente, em harmonia.

3. Encontre seu lugar no Plano da Vida.

Você tem um lugar no esquema das coisas. Qual é este lugar você só o saberá olhando para dentro de você mesmo. Você pode começar a viver de acordo com isto, fazendo todas as coisas boas para as quais sente-se motivado e atribuindo a esta prioridade todas as coisas superficiais que, em geral, ocupam a vida humana.

4. Simplifique a vida a fim de estabilizar harmonia entre o bem-estar interior e exterior.

Posses desnecessárias são cargas desnecessárias. Muitas vidas são sobrecarregadas não só com coisas desnecessárias mas também com atividades sem sentido. Vidas sobrecarregadas são vidas desarmônicas e requerem simplificação. Os desejos e necessidades podem ser uma mesma coisa na vida de uma pessoa, e quando isto acontece, há um senso de harmonia entre o bem-estar interior e exterior. Tal harmonia é necessária não só em termos da vida individual, mas, também, da vida coletiva. 
 

-- QUATRO PURIFICAÇÕES --


1. Purificação do templo do corpo.

Você está livre de todos os maus hábitos? Em sua dieta, você dá ênfase aos alimentos vitais: frutas, grãos integrais, legumes e nozes? Você vai para a cama cedo e dorme o suficiente? Toma bastante ar puro, sol, exercício e contato com a natureza? Se você responder "sim" a todas essas perguntas, você já avançou bastante na direção da purificação do templo do seu corpo.

2. Purificação dos pensamentos.

Não basta fazer e dizer coisas corretas: é necessário também pensar corretamente. Os pensamentos positivos podem exercer poderosa influência para o bem. Os pensamentos negativos podem, por sua vez, lhe deixar fisicamente doente. Assegure-se de que não há qualquer situação conflituosa entre você e qualquer outro ser humano, porque somente quando não mais nutrir pensamentos hostis, você conquistará a harmonia interior.

3. Purificação dos desejos.

Uma vez que você está neste mundo para viver em harmonia com as leis que governam a conduta humana, e com a sua parte no esquema das coisas, seus desejos devem estar voltados para esta direção.

4. Purificação dos motivos.

É óbvio que seus motivos jamais deveriam ser a ambição, o egoísmo ou o desejo por auto-glorificação. Você não deveria sequer alimentar o motivo egoísta de alcançar a paz interior para você mesmo. Estar a serviço de seu próximo deve ser sua motivação antes que sua vida encontre a harmonia.

-- QUATRO RENÚNCIAS --


1. Renuncie à vontade arbitrária.

Você tem, ou é como tivesse dois eus. O eu inferior, que, em geral, lhe governa egoisticamente, e o eu superior, que está pronto a lhe usar gloriosamente. Você deve subordinar o eu inferior, evitando fazer coisas más, para as quais se sente motivado, não reprimindo-as, mas transformando-as de maneira que seu eu superior possa manter controle sobre sua vida.

2. Renúncia à sensação de isolamento.

Todos nós, em todo o mundo, somos células no corpo da humanidade. Você não está separado dos outros seres humanos e, assim, não pode encontrar a paz apenas para você mesmo. Você só poderá encontrar a harmonia, quando você empreende a unidade de todos e trabalha para o bem de todos.

3. Renúncia aos apegos.

Somente quando você renunciar a todos os seus apegos, você estará livre. As coisas materiais estão aqui para serem usadas e qualquer coisa à qual você não pode renunciar, uma vez cessada sua utilidade, lhe possui. Você só poderá viver em harmonia com seus semelhantes quando você abandonar o sentimento de possuí-los e a tentação de tentar dirigir suas vidas.

4. Renúncia a todos os sentimentos negativos.

Se você viver o momento presente, que é o único momento que lhe é dado, realmente, viver, você tende a preocupar-se menos. Se você compreende que aqueles que cometem más ações são psicologicamente doentes, seus sentimentos de rancor se transformarão em sentimentos de compaixão. Se você reconhecer que todas as suas dores interiores são causadas por suas próprias ações erradas, suas próprias reações erradas, ou sua própria errônea inatividade, então você cessará de lhe causar sofrimento.

--------------------------------------------------------------------------------


PENSAMENTOS


Podemos passar toda a nossa vida dedicados a fazer o bem. Cada vez que encontrar alguém, pense em algo encorajador para dizer-lhe: uma palavra gentil, uma sugestão útil, uma expressão de admiração. Cada vez que enfrentar uma situação, pense em fazer alguma coisa boa: um presente sensível, uma atitude de consideração, uma ajuda.

Existe um critério pelo qual você pode julgar se o que você está pensando e fazendo é correto para você. O critério é: "isto tem lhe trazido paz interior?" Se a resposta é negativa, então há algo errado, assim, continue tentando.

Se você ama as pessoas o bastante, elas reagirão com amor. Se eu ofendo alguém, me sinto culpada, é porque sei que se minha conduta fora correta, a pessoa não se teria ofendido, mesmo que este não estivesse de acordo consigo. "Antes que a língua possa falar, deve ter perdido seu poder de ferir".

Àqueles que se sentem deprimidos, eu diria: Tente manter seu ambiente cheio de música bonita e maravilhosas flores. Tente ler e memorizar pensamentos inspiradores. Tente fazer uma lista de todas as coisas pelas quais você deveria ser grato. Se há alguma coisa boa que você sempre desejou fazer, comece a fazê-la. Faça um esquema de atividades significativas para você e cumpra esse esquema.

Mesmo que outras pessoas sintam pena de você, jamais sinta pena de você mesmo. Isto tem efeito mortal em seu bem estar espiritual. Reconheça todos os problemas, não importa quão grandes, como oportunidades de crescimento espiritual e tire o máximo proveito dessas oportunidades.

De tudo o que você ler e de todas as pessoas que encontrar, tire o que seja bom para você, aquilo que seu "mestre interior" lhe indique que seja para você, e deixe o resto para lá. Em busca de orientação e da verdade, é muito melhor olhar a fonte através de seu próprio "mestre interior" do que através de pessoas ou livros. Livros e pessoas podem apenas lhe servir de inspiração. A menos que algo desperte dentro de você mesmo, nada significativo terá sido alcançado.

Ninguém é verdadeiramente livre se continuar apegado a bens materiais, lugares ou pessoas. Nós devemos ser capazes de fazer uso das coisas e delas abrir mão sem arrependimentos, uma vez cessada sua utilidade. Devemos ser capazes de apreciar e desfrutar dos lugares por onde passamos, e, sem angústias, seguir adiante quando chamados a outro lugar. Você deve ser capaz de relacionar-se amorosamente com as pessoas, sem sentir que as possui e que poderá dirigir suas vidas. Qualquer coisa que você tentar prender, lhe prenderá; se você deseja liberdade, você deve dar liberdade.

A vida espiritual é a vida real -- tudo o mais é ilusão e decepção. Somente aqueles que têm apego tão só a Deus são verdadeiramente livres. Somente aqueles que vivem de acordo com as mais elevadas luzes, tem suas vidas em harmonia. Aqueles que agem de acordo com as mais elevadas motivações convertem-se em poder para o bem. Não importa que outros sejam visivelmente afetados. Resultados não devem ser procurados ou desejados. Saiba que qualquer coisa que você faça, qualquer boa palavra que você diga -- qualquer pensamento positivo que você nutra -- terá bons efeitos.

Todas as pessoas podem ser trabalhadores pela paz. Sempre que você traga harmonia a uma situação carente de paz, você está contribuindo para a paz, na sua totalidade. À medida que você tenha paz em sua vida, isto se refletirá ao seu redor e no seu mundo.

Aquilo que é recebido de fora pode ser comparado ao conhecimento. Leva a uma crença que é, raramente, forte o bastante para levar a uma ação. Aquilo que, após recebido de fora, é confirmado a partir do interior, ou aquilo que é diretamente percebido do interior (que é a minha maneira) pode ser comparado à sabedoria. Leva a um saber e a ação corre paralela a isto.

Em nosso desenvolvimento espiritual, temos muitas vezes que arrancar raízes e fechar capítulos em nossas vidas até que não mais estejamos apegados a qualquer bem material e possamos amar as pessoas sem qualquer apego a elas.

Você não pode afastar-se de qualquer situação sem um dano espiritual, a menos que isto seja feito com amor.

Se você quiser ensinar a alguém, jovem ou velho, você deve começar onde ele está, isto é, em seu nível de compreensão. Se você vê que a pessoa já está além do seu nível de compreensão, deixe que essa pessoa lhe ensine. Posto que os passos em direção ao avanço espiritual ocorrem em tão variada ordem, muitos de nós podemos nos ensinar uns aos outros.

Violência física pode terminar mesmo antes que tenhamos aprendido o caminho do amor, mas a violência psicológica permanecerá até que o aprendamos. Somente a paz exterior pode ser mantida pela lei. O caminho da paz interior passa pelo amor.

Concentre-se em dar a fim de que você se abra para receber. Concentre-se em viver de acordo com sua luz a fim de que você possa se abrir para mais luz.

Algumas vezes, as dificuldades do corpo vêm demonstrar que o corpo é apenas uma roupagem transitória que o real é esta essência indestrutível que põe o corpo em atividade.

Depois de encontrar a paz interior, o crescimento espiritual ocorrerá harmoniosamente, pois que, agora governado pelo eu superior, você fará a vontade de Deus, sem que alguém precise pressioná-lo a fazê-lo.

Nada ameaça aqueles que fazem a vontade de Deus, e a vontade de Deus é amor e fé. Aqueles que sentem medo e ódio não estão em harmonia com a vontade de Deus e facilmente terão dificuldades.

Todas as dificuldades em sua vida, têm um propósito. Elas estão lhe empurrando em direção à harmonia, com a vontade de Deus.

Há sempre uma maneira de fazer o bem!

O que sofremos vem da nossa imaturidade. Se formos maduros, a guerra não seria um problema -- seria impossível.

É claro que eu confio na Lei do Amor! Uma vez que o universo opera de acordo com a Lei do Amor, como poderia eu acreditar em outra coisa?

Para receber Luz, eu vou direto à Fonte da Luz, não a qualquer de seus reflexos. Ainda, torno possível que venha mais Luz a mim, vivendo de acordo com a Luz mais elevada que possua. Eu não posso me enganar sobre a Luz que vem da Fonte, pois esta vem com completa compreensão, de modo que possa ser explicada e discutida.

Julgar os outros de nada lhe serve e pode lhe fazer mal espiritualmente. Só quando você consegue inspirar alguém a julgar-se a si mesmo, terá feito algo que vale a pena.

Nunca pense que algum esforço na direção correta tenha sido infrutífero. Todo esforço correto produz bons frutos, quer você veja seus resultados ou não. Simplesmente, concentre-se em pensar, viver e agir em nome da paz, inspirando outros a fazer o mesmo, e deixe os resultados nas mãos de Deus.

Você não pode mudar qualquer pessoa, a não ser você mesmo. Após tornar-se um exemplo, você pode inspirar outros a mudar.

Numa situação conflituosa você deve pensar numa solução que é justa para todas as partes envolvidas, não na solução que seria mais vantajosa para você. Somente uma solução justa para todos será eficaz, a longo prazo.

Seus motivos devem ser bons para seu trabalho surtir bons efeitos.
 

Categoria: Paz e Ecologia

Ítens Relacionados

Temos 84 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
10050565