Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

A CONCORDÂNCIA HARMÔNICA

No dia 8 de novembro de 2003, houve outra oportunidade de mudança e evolução, através do que foi chamado de “CONCORDÂNCIA HARMÔNICA”, que durou até o dia 12 de novembro. No dia 8 de novembro às 16h13min será lua cheia, eclipse lunar e haverá uma configuração de uma ESTRELA DE DAVID no céu astrológico. O momento do eclipse foi chamado de CONCORDÂNCIA HARMÔNICA pelo astrólogo John Mirehiel. A "Estrela" é formada pelos "ângulos"de 120 graus, chamado trígonos, que abrem portais de interferência. Será formada pelos irmãos planetários: Lua-Júpiter-Quiron (1º triângulo) e Marte-Sol-Saturno (2º triângulo).

Esta configuração no céu e este momento foram considerados UMA MARCA NO TEMPO, quando massas de pessoas despertaram para sua origem Divina, pela ativação celular de determinados códigos genéticos ocultos. O alinhamento gerou novamente A OPORTUNIDADE DE MOVER-SE ALEM DO QUE É LIMITE, permitindo que a humanidade abrace a cura planetária com tanta emoção que tudo o mais deixa de ter importância. Abriu-se um Portal multidimensional na Consciência Divina, no coração e na mente de cada pessoa encarnada, para que cada um reconhecesse a Presença de DEUS em todas as formas em evolução na Terra.

Xamãs peruanos da linhagem dos Incas e Apaches, descendentes dos que viviam nos Andes, reconheciam que no final de 2003 haveria um grande evento que marcaria o final dos tempos atuais, um período de limpeza quando tudo estaria de cabeça para baixo. Eles acreditavam que haveria uma abertura no tempo e que as pessoas que estiverem em sintonia poderiam iniciar um novo ciclo harmonioso, em seus corpos de Luz.

O mapa astral da CONCORDÂNCIA HARMÔNICA mostra uma mandala multi-dimensional em geometria sagrada, oferecendo uma série de símbolos que são significativos em muitos sistemas de crenças. Eles contêm, também, a representação de uma estrela de 8 pontas que é chamada MERKABAH, o símbolo que representa o CORPO DE LUZ. Praticantes da Meditação do Merkabah visualizam seus corpos viajando no tempo, de um momento presente para o próximo. Este exercício, permite que cada um possa estar eternamente vivenciando o presente enquanto juntos aprendem como trabalhar novos conceitos energéticos do TEMPO.

Os efeitos e energias desse alinhamento e eclipse lunar atuaram na Terra até 23 de novembro durante o eclipse do sol. Em 23 de novembro houve uma grande Dispensação Crística com uma benção de LUZ e CURA PARA O CORPO MENTAL da humanidade. Este dia possibilitou à humanidade erguer o véu e mover-se às energias da 5ª Dimensão, alinhando-se assim com padrões de energia do corpo causal da Perfeição. Foi uma grande oportunidade de transmutar os egos-personalidades e permitir que somente a alma e a Consciência Crística atuassem em cada pessoa para que juntos, em intenção,comprometimento e prece pudéssemos criar uma nova realidade em nossa Mãe Terra.

Um novo acontecimento astronômico, que foi visível na Terra em 05/05/05, ficou conhecido como a abertura do “Portal Phi”: cinco planetas estiveram alinhados formando um stellium: Mercúrio, Júpiter, Marte, Vênus e Saturno estiveram brilhando muito  próximos  da esfera celeste.  Marte, Saturno e Vênus se agruparam formando um triângulo equilátero perfeito, que pôde ser visto no por do sol, particularmente no hemisfério norte. Curiosamente, a formação  estelar que adotou forma piramidal só foi vista  plenamente na cidade de Belém, onde viveu Maria e São José e onde foi concebido Mestre Jesus. A mesma cidade de Belém que nos dias de hoje testemunha guerras e disputas ao redor da Igreja da Natividade.

O Cosmos nos apresenta uma nova diretriz: no céu houve uma conjunção igual à que ocorreu há 20 séculos, transformando a História da Humanidade com o Nascimento de Jesus. Poderá ser mera coincidência? Algumas pessoas estão afirmando que esta conjunção anuncia a chegada de um Messias e se preparam para recebê-Lo, protegendo-O do Mal. Outros afirmam  o contrário, de que se trata da chegada do Anti-Cristo com as forças da destruição que perseguem a Luz.

 Os fenômenos astronômicos não terminam. Dia 10 de maio, Júpiter e Vênus poderão ser vistos a olho nu de forma brilhante e estarão um perto do outro. Esta configuração no céu, a stellium,  irá até o dia 12 de maio, quando o céu irá retornar a ter sua configuração habitual. A última vez que esta configuração ocorreu foi em 11 de abril de 1128.

 

Categoria: Cláudio Azevedo

Ítens Relacionados

Temos 78 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
10068490