Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Qual é o sentido da vida ?!

Pergunta no mínimo instigante...

 

Onde se esconde o que chamamos de vida?

Nos órgãos, nos tecidos ou nas células?

E o que diferencia uma célula viva de uma recentemente morta?

 

 

Onde se esconde a vida?

Nos elementos químicos, nos átomos, nas partículas?

Ou no vazio quântico pleno de energia?

Tudo é vivo?

 

E o que é vida?

É respirar?

É crescer?

É evoluir?

É mudar, transformar-se?

 

E o que é vida?

É lutar ou fugir?

É reproduzir ou ascender socialmente?

É amar incondicionalmente?

É o processo constante do eterno vir-a-ser?

Ou é aprender e ter plena consciência da própria existência?

 

Um projeto divino, capricho do Criador?

Ou um projeto das estrelas, querendo olhar para si mesmas?

 

Mesmo que saibamos o que seja vida,

Resta uma pergunta paralisante:

Para quê? Qual o seu sentido?

 

Não faço a mínima idéia do que seja uma vida animal, imagine o seu sentido...

Não faço a mínima idéia do que seja uma vida vegetal ou mineral,

Imagine o seu sentido...

Normalmente, só podemos tentar conceber o que seja a nossa própria vida e o seu sentido.

 

E então me percebo usando meus sentidos:

Olho para um cristal e vejo a sua beleza;

Um pôr-do-sol, um amanhecer ou uma lua cheia.

Um quazar, um pulsar, uma nebulosa ou uma galáxia.

 

Olho e abraço uma árvore, cheiro uma rosa, degusto uma doce fruta;

Abraço meu cão, monto um cavalo, me delicio com as travessuras de qualquer filhote

E enfim, brinco com os meus filhos, olho em seus olhos, beijo seus rostos e

Choro de alegria com seus sucessos...

 

Momentos, momentos, momentos...

Parece que a vida está contida em cada pequeno momento da existência,

Parece que percebemos algum sentido nela quando tomamos consciência desses brevíssimos momentos em que uma forte emoção nos toma a consciência e nos faz, simplesmente, nos sentirmos VIVOS.

E então o momento passa e passamos a viver no passado, lembrando dos momentos, ou no futuro, ansiando por eles.

Deixamos de "viver"? ...

 

Viver com plena consciência cada momento que se nos apresenta...

Talvez seja esse o sentido de nossa vida humana.

Ser feliz em plenitude. Mas para quê?

Não importa, no eterno presente simplesmente somos.

E tudo também é, sem porquês e sem para quês.

 

Talvez a vida seja o que abstratamente conheçamos como Deus.

Talvez Deus se esconda no presente, no momento onde o tempo se extingue.

Então perceber esse momento, o “tempo quântico”, seria encontrar com esse Deus.

Viver esse Deus, bebê-lo, comê-lo, olhá-lo, sorvê-lo, nos unir com Ele.

 

E o que é Deus?????

Categoria: Cláudio Azevedo