Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Bem-aventurança infinita e harmonia total: essa é a substância essencial da vida. A lei eterna do equilíbrio e da verdade nos rodeia por todos lados. Caminhamos sobre ela. Ela é a meta dos ossos esforços. Ela também habita nosso coração e o ar que respiramos. Mas somos como peixes que navegam nas águas de um oceano infinito e não têm consciência disso. Estamos rodeados de infinitas possibilidades em todos os aspectos, porém, temos a impressão de que é difícil localizá-las e aproveitá-las para manter um pleno contato com a nossa natureza original. Em conseqüência, a tarefa de identificar as possibilidades e as sementes do bem e de fazê-las germinar é um dos grandes testes e mistérios colocados diante do ser humano. Os Sete Sábios da antiga Grécia sabiam disso. Eles ensinavam através de aforismos, e entre aqueles pensamentos inspiradores encontramos os seguintes, colocados no templo de Delfos:

 

  • “Nada em excesso”;
  • “Conhece-te a ti mesmo”; e
  • “Percebe tua oportunidade”.

 

Na realidade, há uma estreita relação entre esses três conselhos. É preciso, em primeiro lugar, viver com uma calma moderação interior para, em segundo lugar, conhecer a si mesmo. Essas duas condições permitem ao aprendiz identificar as oportunidades no caminho da sabedoria.

O ser humano é contraditório. Ele é território de uma constante luta entre acertos e erros. Desperdiçamos grande parte do nosso potencial de felicidade, criamos problemas para nós mesmos e para os outros, e temos de fazer um esforço para aceitar a verdade quando ela contraria nossas opiniões ou ameaça nossa comodidade. Mas também damos passos positivos, temos gestos nobres e elevados, construímos situações saudáveis e aprendemos a amar e colaborar com altruísmo e bom senso. À medida que o tempo passa, aprendemos a aprender. E isso é o mais importante.

Sobre a arte de aproveitar oportunidades, um raja-iogue dos Himalaias escreveu o seguinte no século 19 à sua discípula Laura Holloway:

 

“Trate, filha, de aprender uma lição através de quem quer que seja que ela possa estar sendo dada. ‘Até mesmo as pedras podem dar sermões.’ Não seja demasiado ansiosa por ‘instruções’. Você sempre obterá o que necessita se o merecer, mas não mais do que merecer ou estiver apta a assimilar...” Porém, para aproveitar as possibilidades que a vida coloca diante de nós, é necessário: a) saber o que queremos; b) ter olhos para ver as lições ocultas sob as aparências externas; c) possuir uma serena autoconfiança.

 

Émile Coué, que formulou o método da auto-sugestão consciente, escreveu, na primeira parte do século 20:

 

“Aquele que parte na vida com a firme intenção de alcançar um objetivo fatalmente o conseguirá, porque tudo fará para alcançá-lo. Se uma só oportunidade se lhe apresenta, por duvidosa que seja, mesmo assim não a deixa passar. Ademais, inconscientemente ou não, dá lugar a que sucedam acontecimentos que lhe são propícios. Aquele que, ao contrário, duvida de si mesmo, jamais alcançará coisa alguma. Pode ter carradas de oportunidades bem favoráveis, mas não as enxergará, não poderá segurar uma só, por mais simples que seja o esforço para alcançá-la.”

 

E o pensador Robert Crosbie escreveu:

 

“Bem, digamos que nada é bom e nada é mau, mas tudo é oportunidade – a melhor oportunidade possível, porque a alma sabe o que ela necessita para aumentar seus poderes e manter sua energia. Nós às vezes não reconhecemos nossas oportunidades, porque elas surgem a cada momento do tempo. Cada acontecimento é uma oportunidade – até mesmo a passagem das pessoas na rua e os pensamentos e sentimentos que eles despertam em nós; seja o que for que nós sentirmos em relação aos outros, sejam quais forem nossas relações com eles, nosso contato com eles, nossas relações familiares, nossas relações sociais, profissionais, e nacionais – todas essas são oportunidades que podem ser aproveitadas de várias maneiras; cada uma delas constitui Carma. Nosso contato com a Sabedoria Divina (Teosofia) constitui uma oportunidade cármica.”

 

Categoria: Holopráxis

Ítens Relacionados

Temos 69 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9978446