Avaliação do Usuário
PiorMelhor 
Por Cláudio Azevedo

 Extraído de Azevedo, Cláudio; A Caminho no Ser: Uma Visão Transpessoal

da Psicologia no Yoga S?tra de Pat?ñjal?, Editora Órion, Fortaleza, 2.007

Para melhor visualização faça o download das fontes usadas no site: tahoma, tahoma bold, sanskrit98, sanskrit2003

Enquanto a prática dos yamas envolve fatores éticos e morais contensivos (não-ações) que visam atenuar bastante as formas mais sutis de tendências (sa?sk?ras), através das proscrições (nossas raivas, medos, desejos, apegos e invejas) e criar um estado de não-possessividade em que se economiza a energia das atividades que exigem defesa e guarda de nossas posses, os niyamas são preceitos disciplinares construtivos (ações concretas) que visam fortificar e purificar o corpo físico (com seu ego) e dar um correto direcionamento ao buscador, economizando as energias despendidas em outras direções.

A Caminho no Ser

O buscador torna-se, naturalmente, um renunciante às coisas do mundo e cada vez mais observador do próprio íntimo. É nesse momento que ele pode simplesmente querer renunciar ao próprio ego, confundindo-o com as suas antigas tendências ativas, e adotar uma postura niilista equivocada. Não é por mero acaso que essas prescrições são citadas após as proscrições (yamas). A prática dos niyamas é uma atitude totalmente ativa de ações que devem ser executadas regularmente desde o início da busca, sob quaisquer circunstâncias, mesmo que o buscador seja um renunciante (sa?ny?si).

Sob essa nova base (livre de medos, desejos, apegos e invejas), o buscador deve se voltar para o seu corpo egóico encarando-o como um templo divino, morada do Eu. E como tal deve ser cuidado, limpo e alimentado harmoniosamente, através da prática de ?auca (purificação), sa?to?a (contentamento), tapas (auto-superação), sv?dhy?ya (estudo) e ??vara pra?idh?na (auto-entrega ou reta orientação).

 

 Niyamas

Prática de ... devido a ...

Obtém-se...

 ?auca

Limpeza... Impureza

Isolamento ascético

 Sa?to?a

Contentamento... Insatisfação

Felicidade completa

 Tapas

Superação... Preguiça

Perfeição do Corpo

 Sv?dhy?ya

Estudo... Ignorância

Conexão com o Eu

??vara pra?idh?na

Entrega... Orgulho

Percepção do Eu

 

Dos cinco niyamas, os três últimos itens, conhecidos como kriy?-yoga? (Yoga preliminar), o exercício da vontade, do conhecimento e do amor, ao atenuar os kle?as ao ponto de extinguirem-se, conduzem o praticante ao sam?dhi constante YS II:1-2. Mais ainda, a prática exclusiva de ??vara pra?idh?na(sam?dhi) YS I:23 e II:45, constituindo um caminho totalmente independente dos oito passos (a????gayoga) YS II:29 prescritos no Yoga S?tra. (a reta orientação) pode levar à percepção da Realidade

Essa reta orientação (??vara pra?idh?na) só é possível quando há auto-observação (sv?dhy?ya), de modo que saibamos o que e o porquê do que estamos fazendo, sentindo e pensando. Percebemos, ante ao nosso próprio orgulho, que somos pequenos demais perante o incomensurável poder do Divino. Mas essa auto-observação só pode surgir em meio a uma mente simples (austeridade – tapas) e inocente focada na própria auto-superação.

Já o foco na auto-superação só surge quando há contentamento (sa?to?a), princípio da equanimidade, uma visão das coisas da forma que elas são e não da forma como aha?k?ra gostaria que fosse. Esse contentamento é totalmente dependente da obtenção de uma purificação e limpeza (?auca) de todos os níveis de nosso ser.

Categoria: A Caminho no Ser

Temos 67 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9885514