Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Por Cláudio Azevedo

Extraído de Azevedo, Cláudio; A Caminho no Ser: Uma Visão Transpessoal

da Psicologia no Yoga S?tra de Pat?ñjal?, Editora Órion, Fortaleza, 2.007

Para melhor visualização faça o download das fontes usadas no site: tahoma, tahoma bold, sanskrit98, sanskrit2003

“Desprenda-se de tudo que não deixa sua mente descansar. Renuncie a tudo que perturba sua paz. Se você quer paz, mereça-a. Somente a merecem aqueles que não a perturbam”.

?r? Nisargadatta Maharaj

Cadernos de Yoga 2: ano 1, número 2, página 120.

No silêncio, com a mente totalmente voltada para o interior e com uma clara percepção das imagens mentais (pratyaya), fruto do domínio de pr???y?ma, o buscador entra na esfera do antara?gayoga, habilitado para iniciar-se na prática silenciosa do controle mental (sa?yama) YS III:1-4: concentração (dh?ra??), meditação (dhy?na) e completa absorção ou superconsciência (sam?dhi). Nessa etapa, já com a plena percepção dos processos existentes em seu envoltório físico-energético (annamaya? ko?a) e em seu envoltório vital (pr??amaya? ko?a), o aspirante começa a investigar e tomar plena consciência de seu envoltório mental (manomaya? ko?a).

 

A Caminho no Ser

O primeiro passo aqui é tentar observar o fluxo das imagens projetadas na tela mental, provenientes da própria mente. Aqui, duas são as principais dificuldades 1:99-102: a dissolução mental (laya) no sono, obtida sempre que se pára para meditar com um corpo e uma mente exaustos, como depois de um dia intenso de trabalho, ou apáticos e letárgicos, como depois de uma lauta refeição, ou o surgimento de uma total falta de interesse em praticar (k???ya), pela simples falta de hábito em meditar.

Mas no momento em que se volta para, frente a frente com a própria mente, observar vividamente suas próprias imagens mentais, um grande número de outros obstáculos (antar?ya) logo surgem, causando distrações mentais (citta vik?epa) e dificultando a manutenção da mente voltada para o interior. Fundamentalmente, vik?epa é o passado que se projeta no presente e não pode ser eliminado enquanto a base da memória associativa continuar.

Teremos, então, que usar de técnicas que visam a atenuação dessas distrações, as quais fazem a mente tender a voltar-se para o externo, para podermos nos voltar internamente para o obstáculo que a causou, com vistas à recuperação do estado de serenidade mental (citta-pras?danam) que existia previamente à prática da interiorização (pratyakcetan?). Quando atenuarmos todos os obstáculos, ficaremos apenas com as modificações mentais (citta-v?tti) em si YS I:6: as imaginações, as projeções futuras, as lembranças passadas e as projeções dos sonhos e do sono profundo.

BIBLIOGRAFIA

  • As referências bibliográficas acham-se assim indicadas: xx:yy, onde ‘xx’ é o número da referência contido na BIBLIOGRAFIA (no final do livro) e ‘yy’ é a página onde se encontra.

  • Quando precedendo ‘xx’ estiver escrito YS, a obra referenciada é o Yoga S?tra de Pat?ñjal?, BG quando for Bhagavad G?t?, VC quando for o Viveka Ch?d?mani, TB quando for o Tattvabodha? e SS quando a obra referenciada for o ?iva S?tra (obra de referência no ?ivaísmo de Cachemira). Nesses casos ‘xx’ é o capítulo e ‘yy’ é o s?tra.

1.     Bhaskarananda, Swami; Meditação: a Mente e a Yoga de Patânjali; Editora Lótus do Saber, Rio de Janeiro, 2.005;

2.     Cadernos de Yoga, edições 01 a 13, Editora Comunidade do Saber, Florianópolis;

Categoria: A Caminho no Ser

Temos 83 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9882018