Avaliação do Usuário
PiorMelhor 


O Despertar da Consciência

Tantra significa "expansão da consciência". Para a prática tântrica é necessário muito respeito pelo ser humano, muito amor-próprio, nenhum preconceito e vontade de amar e ser amado. Com os dois princípios (masculino Shiva e feminino Shakti), pode-se abrir todas as portas do universo e viajar em forma de paixão.

Sexo é sem sombra de dúvida, uma magia perfeita. A proposta de Tantra é buscar na energia do ato sexual, a força necessária para ter mais vitalidade e é através da excitação que os seres transformam o desejo, o gozo, em pura energia para todo o organismo.

O Despertar do Kundalini

Não é possível ensinar como se desperta o Kundalini, pois é muito perigoso. O que se pode fazer é dar uma ótima explicação do que vem a ser essa força magnífica. Mas, caso haja a possibilidade de contar com um Mestre (oculto ou não), torna-se mais fácil o desenvolvimento do "Kundalini" próprio.

A energia do Kundalini possui uma força que anima a mente corpórea e mantém o equilíbrio energético dos sete chakras principais. Ele é a manifestação de uma grande deusa (Shakti), adormecida que permanece enrolada e enroscada no chakra basal (1º chakra). Pode ser desperta por muitas técnicas de Yoga e através do controle da respiração.

Quando bem desenvolvida, o Kundalini atinge um canal tríplice, no centro da coluna vertebral, que sobe até a parte superior do crânio, onde está localizada a "Porta de Brahma", o "lótus das mil pétalas", no qual penetra uma energia sublime, conhecida como o "Fohat" e que vem das altas esferas. Entra-se, então, em sintonia com as vibrações sutis que emanam do cosmo, provocando estados de êxtase (nirvana) que transcendem o ego, fazendo a percepção consciente do indivíduo explodir em luz (iluminado).

Atingido esta ponto, será produzido uma substância muito procurada no Oriente, conhecida como o "néctar da imortalidade" (amrita), e que transforma totalmente o indivíduo.

Existem fatores importantíssimos para que o resultado seja positivo como que no começo seja, pelo menos, satisfatório, tanto para si como para o parceiro, que o parceiro ou parceira entrem em acordo e que conheçam as genitais de cada um.

A mulher necessita se conscientizar de que está no século XX e partindo rapidamente para o século XXI, o terceiro milênio. Ela precisa conhecer e experimentar o estado orgástico plenamente satisfatório, sem frustrações. Tentar-se-á ensinar os segredos de como sentir orgasmos intensos e prolongados (transmitindo obviamente aos parceiros, a delicada arte de dar esse prazer máximo às parceiras).

Os "Chakras" não podem ser esquecidos, no caso contrário uma "Mercedes" está sendo pilotada sem motor.

O clitóris é a fonte do orgasmo externo, pois existe um pequeno ponto dentro da vagina que também é fonte de orgasmos. O clitóris é muito semelhante a uma pequena pérola, que é de fácil percepção do pênis.Quando tocado, o clitóris pode mover-se e, quando a mulher está excitada, ele aumenta, chegando a ficar o dobro de seu tamanho, retraindo-se quando se aproxima o clímax sexual. Pelo fato de o clitóris ser muito sensível, é necessário muito cuidado e muita paciência.

O ponto orgástico interno (localizado atrás do osso público, no teto do canal vaginal, cerca de quatro a cinco centímetros de distância da abertura vaginal), também poderá ser tocado, melhor ainda, deve ser tocado após a parceira ter sentido orgasmo com os toques em seu clitóris.

Para que as coisas acorram de forma agradável, a parceira deve permanecer bem a vontade, para entrar na mesma energia e relaxar. Há necessidade de interação total, máxima segurança e nenhum constrangimento para dar e receber um importante e merecido momento. Fazer no parceiro(a) tudo o que gostaria de receber é uma experiência por demais gratificante. Por estranho que pareça, o desejo do outro pode ser igual ao próprio. Dessa forma, é muito bom sentir as batidas do coração e a respiração do parceiro. É necessário pois, relaxar, respirar fundo e expirar lentamente.

O Ritual

Categoria: Magia e Rituais