O Ilusório e o Real (Deus) - A Visão Grega

VISÃO GREGA

Ensinavam, nas escolas de mistérios, a existência de uma Divindade Superior e Única, Zeus para as massas, o grande Demiurgo, e que Ele reinava desde o mais profundo Céu até o abismo da Terra, Sopro das coisas, Rei, Poder, Deus. Pitágoras (580-500 a.C.) acreditava num Ser Uno e supremo em sua virtude intrínseca e ativa, fonte de toda a harmonia. Segundo ele, Deus tinha por número “A UNIDADE”, a Substância indivisível que continha Nele todo o infinito, e o chamava de Pai, o Criador, símbolo do Espírito e essência do Todo. Já Platão (428-348 a.C.) via a Divindade como a idéia do Verdadeiro, do Belo e do Bem que seriam três raios partindo e retornando a um mesmo foco – Deus.

A despeito de seu panteão, conheciam a existência e veneravam em todo os templos o “Deus desconhecido”, a quem não temiam, mas respeitavam acima de todos os outros, como o Supremo, que não habita em templos construídos pelas mãos humanas (At 17:23s).

 

Categoria: Órion Volume 1

Temos 36 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
11460159