Os Milagres e a Magia

Os milagres são comuns a todos os homens santos. Krishna fazia profecias, multiplicava pequenas quantidades de alimentos, curava doentes pela imposição das mãos (curou cegos, surdos, leprosos e aleijados), ressuscitou mortos e destruiu demônios, à semelhança de Jesus Cristo.

Órion: Filosofia, Religião e Ciência (Volume 1)

Jesus além desses multiplicou pães e peixes, transformou água em vinho e andou sobre as águas. Buda curava doentes: os cegos voltavam a ver, os surdos a ouvir e os aleijados a andar. Cruzou o rio Ganges e seus discípulos foram capazes de prodígios semelhantes. Plínio, historiador grego, contava que o médico Asclepíades (124 a.C.) fazia curas extraordinárias, sem falar de Jeschua Ben Pandira (100 a.C.) e Apolônio de Tyana (1d.C.-96d.C.). Swami Sri Yukteswar Giri (1.855-1.936) em sua obra “The Holy Science” afirma que os santos, após terem vencido a matéria, encontram Deus (Cf. em "A Utopia") em si próprios e controlam a vida e a morte, se tornando capazes de tudo. Seus poderes são de oito tipos (sutra 11):

  1. Anima: reduzir o tamanho dos objetos;
  2. Mahima: ampliar o tamanho dos objetos;
  3. Laghima: imprimir leveza aos objetos;
  4. Garima: aumentar o peso dos objetos;
  5. Prapti: realizar o que se quer através de “Apti”;
  6. Vasitwa: dominar todas as coisas através de “Vasa”;
  7. Prakamya: realizar todos os desejos através da própria força de vontade; e
  8. Ishitwa: torna-se Isha (Senhor) de todas as coisas (Jo 14:12).

A própria Bíblia afirma “Vós sois deuses, todos vós sois filhos do Altíssimo” (Sl 82:6) e “Não está escrito em vossa lei, eu disse, vós sois deuses?” (Jo 10:34). O fenômeno da levitação e da incorruptibilidade dos corpos dos santos após a sua morte foi uma tradição constante dentro e fora da Igreja católica.

Os milagres parecem ser manipulações espirituais, pela mente humana, de forças ainda desconhecidas da Natureza, que eram ensinadas aos “puros” nos “mistérios”. Mas para isso o indivíduo, além de precisar purificar a sua alma e obter o conhecimento correto através da pessoa correta, tinha que desenvolver o amor incondicional a tudo na Natureza. Todo o conhecimento sem o amor se transforma em nada. Essas leis são estudadas e investigadas, atualmente, por várias organizações como a Sociedade Teosófica, a Ordem Rosa Cruz (A.M.O.R.C.), a Maçonaria e os hermetistas e praticadas pelos adeptos da WICCA.

 

Categoria: Órion Volume 1

Ítens Relacionados

Temos 56 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9696290