O Aikido

Fundado por Morihei Ueshiba (1.883-1.969), é uma arte marcial estruturada na visão espiritual do fundador, obtida pelos estudos do xintoísmo. Baseia-se no Kototama, como essência da Lei universal. Fundou uma “oração viva pela saúde, pela harmonia e pela prosperidade mundial”.

 

Seus ensinamentos, plenamente de acordo com a filosofia Zen, com o budismo Shingon e com o bushido, eram treinados através da prática do Kototama aplicado aos movimentos. Essa prática tem três estágios: domínio da mente pela vontade (intenção correta), harmonização do corpo com as leis naturais (ação correta) e, pela união da mente com o corpo, harmonia do Ki com a ordem universal (compreensão correta). Dessa forma sumiria a sensação de separatividade com o outro.

 

“O verdadeiro corpo de uma pessoa é o Universo, e a responsabilidade dela, enquanto ser humano, inclui tudo o que nele existe... o Aikidô é a atividade da harmonia universal, expressa pelo corpo humano” .

“A realização da nossa verdadeira essência e do nosso verdadeiro potencial é a finalidade da criação. A realização do Amor Divino, a Consciência Universal, é nossa responsabilidade para com o Criador”.

Morihei Ueshiba (Ô-Sensei)

 

O Aikidô seria uma forma de comunhão com o Espírito Universal, uma oração em movimento, uma forma de unir a alma individual com o Universo, o ki individual com o Ki universal, o poderoso Verbo Criador. Ensina como o amor (Ai), despertado na mente pessoal, harmoniza essa mente com as leis do Universo. Os sentimentos de maldade e malícia do oponente, o derrotam antes que o embate se inicie.

Ô-Sensei achava que era sua missão ensinar o Aikidô como uma técnica de purificação (misogi), necessária à nova era de ouro. O Aikidô seria uma forma de criar uma sociedade que usaria o corpo como um instrumento da alma e do espírito. Através da respiração, controlar o ki e buscar a auto-realização (satori).

Categoria: Órion Volume 1

Temos 90 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9831387