Sei-Sho-No-Ie

“Não existe matéria, mas existe a realidade (Jisso). Você é realidade, você é Buda, você é Cristo, você é infinito e inesgotável”.

Taniguchi (1.893-1.985)

Em março de 1.930, Masaharu Taniguchi (1.893-1.985) lançou a revista intitulada Seicho-No-Ie. A revista foi fruto de anos de busca pela Verdade, onde Taniguchi pesquisou as maiores religiões e filosofias do mundo, lançando um movimento filosófico e cultural intitulado Seicho-No-Ie, que adquiriu caráter religioso posteriormente. Durante mais de 50 anos, Taniguchi incansavelmente devotou-se à propagação das “palavras de Deus”, através de publicações, palestras e transmissões radiofônicas. Devido a inúmeras curas físicas e mentais, ele foi considerado “O Homem Milagre do Japão”. Seus escritos demonstram a preciosidade da vida humana e da vida de todos os seres. Exaltava o pensamento positivo como a força que conduz ao sucesso, pois estimula sentimentos de paz, alegria e empenho. 

 

ENSINAMENTOS

Taniguchi escreveu uma obra de 40 volumes, intitulada Simei no Jisso (Verdade da Vida), livro básico do movimento. A essência do ensinamento da Seicho-No-Ie é que somente Deus e o “mundo da Imagem Verdadeira”, criado por Deus, são a realidade, e que originariamente o homem é filho de Deus.

 “No mundo da Imagem Verdadeira [Jisso] o homem é criado à imagem de Deus e já possui todas as virtudes de Deus tais como Sabedoria infinita, Amor infinito, Vida infinita, Provisão infinita, Alegria Infinita e Harmonia infinita. O mundo da Imagem Verdadeira, criado por Deus, é maravilhoso, perfeito, harmonioso. Aqui, agora, está eternamente presente a criação de Deus. Quando visualizamos, concentradamente, o mundo da Imagem Verdadeira e despertamos para a Verdade de que somos uma realidade espiritual, perfeita e harmoniosa, desaparece a ilusão e surgem a saúde perfeita, a harmonia e a felicidade. Ao visualizar o mundo da Imagem Verdadeira, o homem passa a ter uma vida divina, mesmo vivendo neste mundo. No mundo da Imagem Verdadeira, o homem, filho de Deus, é isento de pecado, de doença e é livre da miséria, do sofrimento e das angústias. A humanidade não precisa carregar o pesado fardo do pecado original. Até agora, a consciência do pecado vem encobrindo a natureza divina do homem. Entretanto, quando se remove este invólucro (pecado), aparece a Imagem Verdadeira harmoniosa e perfeita do homem”.

“Os males não têm existência real; nada mais são que simples sombra de imaginação. ...O mal, a infelicidade, a doença, a depressão econômica, apagam-se quando são firmemente negados, porque eles nada mais são do que ilusões falsamente criadas pela morte. ...Os sofrimentos nada mais são do que projeções da nossa mente em ilusão”.

Taniguchi – Convite à Prosperidade

 Taniguchi ensinava que existia somente um Deus, o qual era representado de maneiras diferentes nas várias religiões. Ele se colocou como um messias cuja missão era unificar todas as religiões. O símbolo da Seicho-No-Ie revela esse intuito quando mistura a cruz cristã, a suástica e a lua budista e o sol xintoísta. Seu culto consiste em palestras acerca dos ensinamentos e relatos pessoais de curas, cânticos, orações e agradecimentos.

Categoria: Órion Volume 1

Temos 79 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9831340