Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Criada pelo médico homeopata inglês Edward Bach (1.886-1.936) e reconhecida pela Organização Mundial de Saúde desde 1.976, a terapia floral age nos corpos sutis do ser humano, não podendo ainda, portanto, ser compreendida cientificamente.

Bach graduou-se também como bacteriologista, patologista e em saúde pública, e na sua prática clínica, como jovem médico, observou que o mesmo remédio tradicional tinha efeitos diferentes em diferentes pessoas. Observou que pessoas com os mesmos temperamentos reagiam melhor aos mesmos remédios ou aos mesmos métodos de cura e passou a ver a personalidade do ser humano enfermo como o principal indicador do tipo de tratamento prescrito.

Em 1.922 entrou em contato com a homeopatia e percebeu semelhanças entre esta e muitas teorias suas, como a recomendação de tratar o paciente e não a doença, e assim passou a classificar as pessoas segundo o seu comportamento. Acreditava que cada tipo de comportamento gerava sofrimentos comuns, que estavam associados a doenças, e que poderiam ser tratados por remédios naturais que se voltassem à cura de seus sofrimentos.

Na busca por remédios naturais, caminhou e contemplou a natureza e utilizou a sua intuição e a sua capacidade de observação para associar tipos de flores com sofrimentos, manias, valores, crenças e doenças humanas. Ele observava nas pessoas e em si os estados mentais negativos e, depois de identificá-los, procurava pelas plantas necessárias para melhorá-los, testando em si mesmo os efeitos das essências. Enfim, entre 1.928 e 1.935, catalogou 38 essências florais associadas à cura dos 38 estados mentais causadores de doenças, estudo que publicou em 1.936 no livro “Os Doze Remédios Curadores e Outros Remédios”.

Bach afirmava que a doença era um transtorno energético, a cristalização de uma atitude psíquica, e que por isso se deveriam tratar as causas (o desequilíbrio energético) e não os efeitos (doença física). Para ele, tratar a personalidade humana seria o foco primordial e a terapêutica, portanto, deveria atuar sobre a energia psíquica em desequilíbrio. Segundo ele, os florais corrigiriam o desequilíbrio emocional no campo energético.

Em maio de 1.930, Bach observou o orvalho em uma flor recebendo os raios solares e intuiu que aquela gota exposta ao sol poderia estar magnetizada com as propriedades energéticas da flor. Baseado nisso, criou o “método solar” de confecção das essências florais. Somente em 1.935, Bach descobre o método de extração por fervura.

Categoria: Órion Volume 2

Temos 22 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9740845