Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

De origem japonesa, Shiatsu significa pressão (atsu) com os dedos (shi). É uma forma de acupuntura sem agulhas, feita apenas com os dedos, que pode durar de 15 (apenas como prevenção) a 45 minutos cada sessão. Em geral, a técnica começa com um mergulho das pernas (até abaixo dos joelhos) em água quente a 40o C, pois, como dizem os japoneses: “pés quentes, cabeça fria”.

 

A técnica consiste em pressionar e alongar cada centímetro muscular, demorando-se mais em trabalhar os pontos dolorosos. De forma firme e graduada ao longo dos meridianos, de acordo com a sensibilidade do paciente, a pressão pode ser feita de dois modos fundamentais, dependendo do efeito desejado. Um efeito estimulante é conseguido através da pressão superficial com pouca duração (entre dois e cinco segundos) com uma freqüência maior, enquanto um efeito inibidor é obtido por uma pressão mais profunda de maior duração (mais de cinco segundos) numa freqüência menor.

Entre as queixas mais comuns para se procurar o Shiatsu figuram: ansiedades, estresses, insônia, cefaléia, dores nas costas, lombares, musculares e articulares (artrites e entorses), gastrites, úlceras duodenais, diarréias, hemorróidas, cólicas pré-mentruais, etc.. Para se manter uma boa saúde e longevidade, recomenda-se uma freqüência semanal de sessões de Shiatsu. O efeito imediato, após cada sessão, é a de bem-estar, alívio das dores e relaxamento, sendo contra-indicados apenas em situações de febre, infecções e fraturas. Durante uma sessão normal, cerca de 70 pontos são pressionados, começando pelos pés e seguindo para as pernas, costas, ombros, nuca e abdome, terminando pelo rosto e couro cabeludo.

Categoria: Órion Volume 2

Temos 36 visitantes e Nenhum membro online

Informações do Portal

Visitantes
819
Artigos
1368
Weblinks
27
Ver quantos acessos teve os artigos
9890482