Capu00edtulos e Seu00e7u00f5es de Livros Disponu00edveis para Leitura

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Bhagavad G?t? (Introdução)

Krishna & Arjuna

Por Cláudio Azevedo

Azevedo, Cláudio; A Bhagavad G?t?, Editora Órion, Fortaleza, 2.009

Para melhor visualização faça o download das fontes usadas no site: tahoma, tahoma bold e  Gita1

 

A Bhagavad G?t? (A Sublime Canção), também designada como a Canção do Senhor ou a Mensagem do Mestre, é uma das obras mais importantes que existem no mundo. Este livro é altamente prezado pelos budistas e venerado como escritura sagrada pelos brahmanes, que, freqüentemente, o citam como autoridade no que se refere à religião hindu. A filosofia nele exposta é um conjunto harmonioso das doutrinas de Patañjali, Kapila e dos Vedas.

A Bhagavad G?t? é um episódio da grande e antiga epopéia hindu, intitulada Mah?bh?rata, que contêm 250.000 versos, descrevendo a grande guerra entre os Kurus e os Pandavas, que tinham por objetivo a posse de Hastinapura, um dos centros mais importantes da civilização ariana. Em sua forma liberal, apresenta a Bhagavad G?t? um interessante diálogo entre Krishna e Arjuna, tratando de um fato histórico; mas os Mestres hindus dizem que este livro maravilhoso tem sete sentidos, e aconselham ao leitor esforça-se por penetrar no seu mais profundo sentido interior ou espiritual.

CAPÍTULO I: Observando os Exércitos

CAPÍTULO II: Resumo do Conteúdo do Gita

CAPÍTULO III: Karma-yoga

CAPÍTULO IV: O Conhecimento Transcendental

CAPÍTULO V: Karma-yoga, Ação em Consciência de Krishna

CAPÍTULO VI: Dhyana-yoga

CAPÍTULO VII: O Conhecimento Acerca do Absoluto

CAPÍTULO VIII: Alcançando o Supremo

CAPÍTULO IX: O Conhecimento Mais Confidencial

CAPÍTULO X: A Opulência do Absoluto

CAPÍTULO XI: A Forma Universal

CAPÍTULO XII: Serviço Devocional

CAPÍTULO XIII: A Natureza, o Desfrutador e a Consciência

CAPÍTULO XIV: Os Três Modos da Natureza Material

CAPÍTULO XV: A Yoga da Pessoa Suprema

CAPÍTULO XVI: As Naturezas Divinas e Demoníacas

CAPÍTULO XVII: As Divisões da Fé

CAPÍTULO XVIII: A Perfeição da Renúncia

Categoria: Escrituras Hindus