Transpessoalidade

Psicologia

Avaliação do Usuário
 

Introdução

A palavra paradigma foi usada pelo físico e filósofo Thomas S. Khun 1 em seu livro The Structure of Scientific Revolutions com o significado de modelo ou padrão a ser seguido para o estudo dos fenômenos e da realidade. Segundo R. Crema 2 traduz “muito mais que uma teoria, pois implica uma estrutura que gera teorias, produzindo pensamentos e explicações e representando um sistema de aprender a aprender que determina todo o processo futuro de aprendizagem”. Khun salientou que a ciência nem sempre progride de modo harmônico e ininterrupto, como comumente se admite, mas apresenta, por vezes, rupturas em seu desenvolvimento, estas provenientes, com freqüência, de processos intuitivos que se estabelecem independentemente de comprovação em ensaios ou pesquisas científicas e que contribuem para demonstrar a falibilidade das teorias convencionais. 

 

Leia mais...

Psicologia

Avaliação do Usuário

 

Um Estudo Sobre a Consciência

Marlos Alves

Psicólogo Transpessoal pelo Woolger Training Seminars e Instituto Atman-PE.

Membro da Rede Brasileira de Sociologia Clínica
 

Seguramente Ken Wilber pode ser apontado como um dos maiores pensadores sistêmicos do século XX. Trata-se de um dos grandes nomes da Psicologia Transpessoal estabelecendo bases de aproximação entre Oriente e Ocidente em uma perspectiva maior de compreensão do desenvolvimento humano. Seu conhecimento enciclopédico o permite uma síntese entre autores, sistemas e filosofias tão complexas e aparentemente tão díspares como Hegel, Whitehead e Platão no Ocidente e Aurobindo, o Zen e o Budismo no Oriente.

 

Leia mais...

Psicologia

Avaliação do Usuário

ENTREVISTA COM ROGER WOOLGER
 

(*) Marlos Alves Bezerra é psicólogo
Email:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Roger Woolger  é psicólogo pela Oxford University e PhD em Psicologia e Religiões Comparadas pela Universidade de Londres. É analista junguiano pelo Instituto de Zurique. Woolger foi professor da Vermont University, nos Estados Unidos, e desenvolveu o sistema de terapia regressiva integral. Escreveu os livros "A deusa interior" e "As várias vidas da alma".

Leia mais...

Psicologia

Avaliação do Usuário

(*) Marlos Alves Bezerra é psicólogo
* Psicólogo Transpessoal pelo Woolger Training Seminars e Instituto Atman-PE. Membro da Rede Brasileira de Sociologia Clínica

Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Está claro que a mitologia não é um brinquedo para crianças. Nem tampouco é tema para um estudo arcaico e meramente erudito, sem pertinência para o moderno homem de ação, pois seus símbolos(sob formas tangíveis de imagens assim como de abstração de idéias) sintonizam e liberam os centros mais profundos de motivação, atingindo e comovendo igualmente letrados e iletrados, mexendo com as massas, com a civilização. Portanto, existe um perigo real na incongruência de foco que trouxe ao primeiro plano da vida moderna os últimos resultados da pesquisa tecnológica, que agrupam o mundo numa comunidade única, deixando as descobertas antropológicas e psicológicas, que poderiam ter dado margem a um considerável sistema moral, nas publicações especializadas em que originalmente elas apareceram. Pois não há dúvida de que é tolice pregar às crianças que estarão pilotando naves à lua uma moralidade e uma cosmologia fundadas no conceito de boa sociedade e de lugar do homem na natureza, conceitos cunhados antes mesmo da domesticação dos cavalos! Hoje o mundo ficou pequeno demais, e a insanidade dos homens grande demais, para mais um daqueles velhos esquemas do Povo Escolhido (por Jeová, Alá, Wotan, Manu) que serviam para resguardar os membros da tribo das investidas de seus inimigos, naqueles tempos em que as cobras ainda falavam.

Joseph Campbell, As máscaras de Deus. 

Leia mais...

Psicologia

Avaliação do Usuário

" Até onde as leis da matemática se refiram à realidade, elas estão longe de constituir algo certo, e na medida em que constituam algo certo, não se referem à realidade."

(Albert Einstein)

Em o Tao da Física, Fritjof Capra desenvolve um trabalho ao mesmo tempo arrojado e pioneiro: estabelecer pontos de encontro entre a moderna física quântico-relativística e as tradições do misticismo oriental. Não se trata de tarefa fácil, reveste-se de muita coragem ao traçar paralelos entre o pensamento científico ocidental (cujo ícone sem sombra de dúvidas é a Física) , orientado principalmente pela influência inconteste do pensamento Cartesiano e Newtoniano, e as tradições orientais, em especial o Hinduísmo, o Taoísmo e o Budismo.

 

Leia mais...

Psicologia