Avaliação do Usuário

Instituto de Ciência, Cultura e Filosofia Hindu (ICCFH)

I Retiro de Silêncio do ICCFH

21, 22 e 23 de maio de 2010

Sítio Shalom da Tabuba
Caucaia - Ceará

 

A perseverança é o esforço constante de se permanecer imerso no Vazio do Silêncio interior... (Yoga sutra I-13)

E esse silêncio não é um fugir do externo, mas é uma total compreensão da ‘realidade’ exterior, que se inicia com a simples observação (o Observador em ação) do externo, evolui com o esforço na ponderação nos opostos até que se desperta a capacidade de ‘ver os dois lados’, de ver o que ‘é’ e o que ‘não é’, simultaneamente (viveka).

Grande conquista é encontrar nosso Espaço de Silêncio, o primeiro nível de superconsciência descrito nas tradições de sabedoria: ouvir a Voz do silêncio...

Vamos praticar juntos e experimentar o Poder do Silêncio!

Leia mais...

Avaliação do Usuário

 

Resumo feito por Arnóbio Albuquerque

Veja também no Blog do Yoga

Sempre que não encobrimos o mundo com palavras e rótulos, retorna à nossa vida a sensação do milagre, que foi perdida muito tempo atrás, quando a humanidade, em vez de usar o pensamento, deixou-se possuir por ele.

Uma das mais básicas estruturas mentais que possibilita a existência do ego é a identificação. Quando nos identificamos com algo, fazemos dele o mesmo que nós e, assim, ele se torna parte de nossa identidade.

Um dos níveis mais baixos de identificação é com as coisas, tanto que dizemos meu carro, minha casa, minhas roupas, e assim por diante. Tentamos nos encontrar nas coisas, porém nunca conseguimos fazer isso inteiramente e acabamos nos perdendo nelas. Essa é a sina do ego.

Leia mais...

Avaliação do Usuário

 

Muito ouvimos falar que Deus é Pai, Deus é Mãe, Deus é Luz, Deus é Existência, Deus é Felicidade Eterna... Ser pai ou mãe, existir e ser feliz são experiências que podemos entender, pois são ocorrências reais que temos em nossa tridimensionalidade. Mas o que é ser Luz?

Talvez, antropologicamente, tragamos em nosso inconsciente aquelas primeiras experiências do poder dos raios produzindo fogo e trovões, ou do poder transformador e acalentador do fogo nos primeiros acampamentos do Homo sapiens, ou da vida advinda da existência daquele astro-rei que nasce e morre diariamente sobre as nossas cabeças... Talvez uma experiência luminosa real e pessoal daquilo que passamos a chamar de Deus, nas suas mais variadas formas, catalogadas através do tempo e do espaço de nossa história.

Não importa! Ao perceber que após cada pôr do Sol haverá sempre um renascer, que após cada experiência de escuridão há uma experiência de luminosidade e que a alegria sempre segue à tristeza, passamos a inferir que a saúde segue a doença e que o renascimento segue à morte...

Leia mais...

Avaliação do Usuário

Leonardo Boff fala sobre os rumos do planeta terra e do ser humano

Rogéria Araújo *

As mobilizações sociais e os alardes sobre os prejuízos que a ação humana vem causando ao meio ambiente não foram suficientes para garantir o fechamento de acordos eficazes durante a 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), concluída sexta-feira (18) em Copenhague, na Dinamarca.

Os líderes mundiais demonstraram mais uma vez preferência pelo desenvolvimento do capital em detrimento da vida. Ainda assim, a postura de desdém para com os problemas climáticos do planeta não está engessando as ações da população na luta por pequenas mudanças.

A evidência dada à causa ambiental tem servido para gerar consciência e, aos poucos, mudar maus hábitos de consumo. "O lugar mais imediato é começar com cada um", acredita Leonardo Boff.

Em entrevista à ADITAL, o teólogo, filósofo e escritor fala sobre a necessidade de começarmos as mudanças que irão beneficiar a Terra por nós. "Cada um em seu lugar, cada comunidade, cada entidade, enfim, todos devem começar a fazer alguma coisa para dar um outro rumo à nossa presença neste planeta".

Para Boff, não devemos depositar nossas esperanças nas decisões que vêm de cima.

Leia mais...

Mais artigos...

  1. Aquecimento global teve aumento anual progressivo desde 1980
  2. Saúde e Meio-ambiente
  3. As Tempestades de Copenhague
  4. O que está em Jogo em Copenhague
  5. A Humanidade está em Perigo