Holopráxis

Avaliação do Usuário

Se quisermos saber quando e onde se dará a volta de Cristo, a resposta pode ser questionadora e surpreendente.

Suponhamos, para começar, que Jesus decida voltar ao convívio humano aproveitando o clima de confraternização das festas do final de ano de 2005. Ele se tornaria visível em Nova Iorque, entraria na sede das Nações Unidas e conversaria ali, a portas fechadas, com o secretário-geral Kofi Anan? Ou surgiria curando doentes entre os povos mais pobres e humildes da África? Talvez ele mandasse um e-mail para os principais chefes de Estado? Quais as conseqüências políticas, sociais e econômicas do seu reaparecimento? Estas perguntas, feitas várias vezes no passado, são incômodas. A volta de Cristo poderia colocar em cheque nossos hábitos, nossas instituições e estruturas sociais.

Leia mais...

Avaliação do Usuário

Leila Maria Oliveira Sotero

Queridos do Caminho,

O processo de aquisição e incorporação de conhecimentos não se dá de forma linear. Assim, é que no meu "ir - e - vir", detenho-me na seguinte frase, dita por Carlos Aveline: "...no plano individual, as áreas liberadas são os momentos de retiro, paz, introspecção, em que o guerreiro treina a si mesmo na arte de viver corretamente. Ele lê sobre coisas sagradas, ora, medita, e pratica ações altruístas."

Para reflexão: Estarão nossos estudos e práticas convertendo-nos em centros irradiadores de paz ao nosso redor, e aos que compartilham conosco a estrada?

Leia mais...

Avaliação do Usuário

Projeto Holopráxis

Universidade da Paz – DF

  A transdisciplinaridade é renovadora e revolucionária. Em primeiro lugar, porque ela nos liberta da prisão a um único código, a uma só linguagem ou  um esquema conceitual e referencial exclusivo ou fechado. A prática transdisciplinar é uma chave iniciática. Ela permite desmontar a Torre de Babel das linguagens diferentes que ainda hoje separa os seres humanos.  Ela estimula nossa capacidade de aprender a aprender. A transdisciplinaridade traz consigo o estudo comparado de filosofias, ciências e religiões. Ela nos conecta com a essência das várias formas de buscar a verdade. Ela nos liberta da crença cega ou estreita e abre o caminho da percepção direta.  Ela nos leva além da mera palavra e faz renascer  a intuição.  Ela  estimula a  prática da consciência universal, e, assim, fortalece nossa conexão com nossa própria essência.

Leia mais...

Avaliação do Usuário

A seguir, algumas considerações e impressões sobre os primeiros passos do Projeto Rede de Holopráxis. Ou, para simplificar, projeto Holos. Críticas e comentários serão bem-vindos.

Como se sabe, a palavra "Jerusalém" significa "Cidade da Paz". Vou considerar, por um momento, que a Nova Jerusalém ou Cidade da Paz do Apocalipse, cap. 21, é uma metáfora que descreve o dharma ou  a "lenda" da Cidade da Paz (UNIPAZ) e também de outras instituições livres de dogmas e sinceramente voltadas para o bem da humanidade. Nesse caso, como ocorre o surgimento da Nova Cidade da Paz? Apocalipse, 21: 2, afirma: "Vi então um céu novo e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra já não existem (...). Vi também descer do céu, de junto de Deus, a Cidade santa, uma Jerusalém nova."

Leia mais...

Pagina 4 de 5